Lance Empresa de alimentos converte horas de exercícios físicos em doações

Empresa de alimentos converte horas de exercícios físicos em doações

Empresa de alimentos converte horas de exercícios físicos em doações

Lance
Lance

Lance

Lance

Para promover a prática de esportes e também a solidariedade, a empresa brasileira de alimentos saudáveis Mais Mu criou um plano que incentiva desafios internos a seus funcionários. Batizado de SER +, o projeto desenvolve ações pontuais com o intuito de promover o lema “vidas ativas e saudáveis'' e o espírito de solidariedade nos colaboradores.

Um dos desafios é o "Muka Suada", que converte horas de exercícios físicos em doações. Segundo Gabriel Chaves, que integra o setor de marketing da empresa, essa foi uma alternativa encontrada para arrecadar recursos financeiros para as instituições auxiliadas pelo projeto e, ao mesmo tempo, incentivar os funcionários a praticarem atividade física.

“A ideia é que as pessoas que trabalham aqui se sintam parte e contribuintes do projeto social. Então, tem funcionado da seguinte forma: todo o tempo gasto com a prática do exercício é convertido em dinheiro, que é doado para as instituições. Quanto mais tempo a pessoa se exercita, mais ela contribui com a causa”, explicou Chaves.

Em menos de três meses, a empresa já contabilizou mais de 800h de exercícios praticados pelos funcionários. Quem mais se exercitou computa mais de 90h de atividade física. Pelo sucesso da ação, os idealizadores estudam expandir o desafio aos seguidores da marca, já que, no instagram, a Mais Mu acumula mais de 200 mil admiradores.

Além do esporte, o SER + é norteado por outros três pilares: sustentabilidade, rango e diversidade. O rango é o pilar que representa o cuidado da empresa com questões alimentícias, o "+" representa a diversidade, e a sustentabilidade é representada pelo selo "Eureciclo", que comunica o compromisso da empresa com a reciclagem. CEO da Mais Mu, Otto Guarnieri explicou alguns pontos.

“Nós entendemos que essas são as causas que mais coincidem com a visão do trabalho. No esporte, por exemplo, contribuímos com a alimentação e suplementação de atletas olímpicos e paralímpicos”, lembrou. "Também analisamos o quadro de funcionários e doamos a quantidade de cestas básicas equivalente ao número de colaboradores para instituições que precisam desse recurso e kits nutricionais para atletas."

Últimas