Lance 'É uma honra muito grande fazer parte da história da Seleção Brasileira', diz Neymar após goleada

'É uma honra muito grande fazer parte da história da Seleção Brasileira', diz Neymar após goleada

Craque alcançou a marca de 68 gols com a camisa da seleção e se emocionou ao falar sobre o prazer de defender seu país. Ele falou sobre a polêmica realização da Copa América

Lance
Lance

Lance

Lance

Em noite inspirada de Neymar, o Brasil goleou o Peru por 4 a 0 na segunda rodada do Grupo B da Copa América. Ao estufar novamente a rede, o craque alcançou a marca de 68 gols com a camisa da seleção. Na saída do gramado, o camisa 10 se emocionou e falou sobre os números e o prazer de defender seu país.

> Confira a tabela da Copa América


- Pra mim é uma honra muito grande fazer parte da história da seleção brasileira. Pra ser bem sincero, o meu sonho era sempre jogar pela seleção, vestir essa camisa. Nunca imaginei chegar a esses números. É até emocionante, pois eu passei por muita coisa nesses dois anos que são bem difíceis e complicados. Esses números não são nada perto da felicidade que eu tenho de jogar pelo Brasil e representar o meu país, a minha família - disse o craque, emocionado, e em seguida completou.

- A gente está vivendo uma momento muito atípico, no mundo inteiro, não só aqui, e ser espelho para alguém é uma alegria enorme. A história que estou construindo aqui, quero a que mina família, amigos e quem gosta de futebol esteja orgulho se mim. Esses números não são nada perto de alo que realmente importa pra mim que é vestir a camisa da seleção brasileira - salientou.

Neymar também comentou sobre o momento em que vive o país diante da pandemia de Covid-19 e a polêmica realização da Copa América em solo brasileiro.

- Foi bem complicado, a gente não sabia se teria Copa América. A gente desde o começo respeitou muito as nossas hierarquias. Jamais vou dizer não ao meu país. Discordar de alguma coisa, ter opinião diferente é um respeito pelo outro. E hoje estamos aqui representando a seleção brasileira. Foi bem complicado, difícil, mas a alegria de estar em campo e defender a seleção sempre vai existir. Quanto a mim e ao nosso grupo. Estamos contentes por mais uma vitória - disse o jogador.

O Brasil volta a campo na quarta-feira, novamente no Estádio Nilton Santos, às 21h, dessa vez diante da Colômbia. Na rodada do final de semana, a seleção folga.

Últimas