Lance Djokovic treta com torcedor, mas vence a 30ª seguida no Australian Open

Djokovic treta com torcedor, mas vence a 30ª seguida no Australian Open

Sérvio passou pelo australiano Alexei Popyrin em mais de três horas, salvando quatro set points no terceiro set

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

Número 1 do mundo, Novak Djokovic passou mais um sufoco nesta quarta-feira (17), mas se classificou para a terceira rodada do Australian Open, o primeiro Grand Slam do ano, do qual é o recordista com dez títulos.

O séfvio precisou de 3h11min para derrotar o tenista local Alexei Popyrin, 43º colocado, por 3 sets a 1 com parciais de 6/3 4/6 7/6 (7/4) 6/3, na lotada quadra Rod Laver Arena.

Nole alcança sua 91ª vitória no torneio, onde tem mais sucesso, e a 30ª consecutiva. Ele não sabe o que é perder desde as oitavas de final em 2018, para o coreano Hyeon Chung. Nole soma títulos em 2019, 2020, 2021 e 2023, tendo ficado de fora em 2022 por conta da vacina.

O europeu viveu momentos bem complicados pelo segundo jogo seguido ao salvar quatro set points no terceiro set sacando em 0/40 com 4/5, mas se safou, venceu o tie break e com uma quebra conquistou a vitória. Djokovic teve três match points no 5 a 2 e viu Popyrin sacar muito para a vitória.

No meio do quarto set, ele foi provocado por um torcedor e o chamou para a quadra ("Quer vir para a quadra ? Diga na minha cara!"), causando momentos de treta. Ao término do jogo, o sérvio vibrou muito com mais uma vitória apertada. Na estreia passou em mais de quatro horas pelo croata Dino Prizimic.

Seu adversário de terceira rodada será o argentino Tomas Etcheverry, 30º favorito, que passou com tranquilidade por Andy Murray, na estreia, e por Gael Monfils, na segunda fase.

Últimas