Lance Djokovic tem trabalho com Fritz, mas vai à semi do Australian Open pela 11ª vez

Djokovic tem trabalho com Fritz, mas vai à semi do Australian Open pela 11ª vez

Sérvio precisou de quase quatro horas para derrotar tenista americano

Lance
Lance

Lance

Lance

Número um do mundo, Novak Djokovic teve trabalho na manhã desta terça-feira (23), mas atingiu uma vaga na semifinal do Australian Open, o primeiro Grand Slam da temporada, disputado em Melbourne. O natural de Belgrado derrotou o americano Taylor Fritz, 12º colocado, por 3 sets a 1 - parciais de 7/6 (7/3), 4/6, 6/2 e 6/3 - após 3h45min de duração. Foi o nono duelo entre eles, e a nona vitória de Djokovic.

O sérvio alcança a 33ª vitória consecutiva no Aberto da Austrália, onde não sabe o que é perder desde as oitavas de final de 2018. Ele venceu os títulos em 2019, 2020, 2021 e 2023, tendo ficado de fora da edição de 2022 por não ter tomado a vacina contra a covid-19, o que acarretou na cassação do seu visto.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Nole quebrou quatro vezes o saque do oponente em 21 oportunidades criadas e foi rompido duas vezes. Ele disparou 52 winners contra metade dos erros não-forçados, ou seja, 26. Fritz disparou 63 winners e errou 39.

Djokovic chegou a ter 15 break-points seguidos e só foi conseguir sua primeira quebra no terceiro set, que acabou sendo a virada de chave para o triunfo depois de ganhar o primeiro nos detalhes e perder o segundo.

➡️ ‘Montanha-russa de emoções’, vibra Luisa Stefani após vaga nas quartas do Australian Open

Agora, o natural de Belgrado vai brigar por sua 11ª final em Melbourne Park contra o vencedor do duelo entre o russo Andrey Rublev, 5º do mundo, e o italiano Jannik Sinner, 4º do ranking, que ocorre ainda nesta terça-feira (23).

Últimas