Lance Diego Costa no Galo: negócio avança e pode ter definição esta semana

Diego Costa no Galo: negócio avança e pode ter definição esta semana

O entrave financeiro foi reduzido e as duas partes podem entrar em acordo se o alvinegro conseguir dar garantias financeira para que o contrato seja cumprido

Lance
Lance

Lance

Lance

A negociação do Atlético-MG para contar com o atacante Diego Costa segue indefinida. Todavia, a situação entre o jogador, de 32 anos, que está livre no mercado, e o clube mineiro, pode se alterar em breve, pois com a desistência do Besiktas, da Turquia, em contar com o atleta, abriu margem para uma negociação que esteja dentro da realidade do Galo e do futebol brasileiro.

Os primeiros contatos entre o Atlético e o staff do jogador, que é formado principalmente por seu irmão, Jair Costa e um tio, Jogner. As negociações avançaram e um acordo pode sair ainda esta semana. A informação inicial do negócio é do GE e foi confirmada pelo LANCE!.

O entrave financeiro ainda persiste, mas o Galo tentará usar o mesmo expediente que teve para trazer Hulk, oferecendo um projeto esportivo que agrade ao jogador, que tem a maior parte da sua vida profissional fora do Brasil, inclusive se naturalizando espanhol para disputar as Copa do Mundo de 2014 e 2014 pela Roja.

Da mesma forma que ocorreu com Hulk, quem administra a carreira de Diego Costa quer garantias financeiras que um contrato assinado com o Atlético seja cumprido na íntegra, sem que haja prejuízo ao atleta.

A tentativa de contar com Diego Costa é para atender a um desejo do técnico Cuca, que ainda sente falta de ter um centroavante de ofício, que “briga” dentro da área do adversário.

Cuca pretende ter mais uma alternativa no setor, pois mesmo Hulk indo bem na função, quando não joga, o Galo fica menos presente na área rival. Diego Costa, apesar de ter cidadania espanhola, não entraria no limite de estrangeiros que um clube pode ter, já que manteve a nacionalidade brasileira.

Diego Costa ficou livre no mercado após pedir para deixar o Atlético de Madrid, alegando motivos pessoais, em dezembro do ano passado.

Últimas