Com Tiago Nunes, Boselli se torna 'duas vezes mais perigoso'

Atacante deu o passe para Janderson marcar contra o Santos

Lance

Lance

Lance

Contratado em 2019 para ser o homem gol do Corinthians, Mauro Boselli marcou apenas dez vezes em 45 jogos pelo time na temporada passada. Gustavo, com 14, e Vagner Love, com 11, ficaram à sua frente na artilharia. Nesse início de 2020, porém, o desempenho do centroavante tem sido bem satisfatório. E não apenas em razão das bolas na rede.

Artilheiro do Paulistão com 4 gols em 4 jogos, o argentino é também um dos líderes entre os garçons, com dois passes para gol. O último deles para Janderson, no clássico contra o Santos, neste domingo - vitória corintiana por 2 a 0. Com 18 partidas a menos, o atacante agora iguala seu número de assistências alcançado no último Brasileirão - 2 em 22 partidas.

A mudança acontece principalmente pelas alterações no estilo de jogo. Mais móvel do que na equipe comandada por Fabio Carille, Boselli tem tido quase o dobro de participação com a bola nos pés. Enquanto no Campeonato Brasileiro o jogador teve uma média de apenas 11,1 passes por jogo, segundo dados do Footstats, no Paulista esse número subiu para 20,3. Consequentemente, as assistências para finalização também cresceram, de 0,5 por rodada para 1,0.

Portanto, dá pra afirmar que, sob a batuta de Tiago Nunes, Boselli vem se tornando duas vezes mais perigoso.

BOSELLI NO PAULISTÃO 2020
- Dados do Footstats

4 jogos
4 gols
2 passes para gol
4 assistências para finalização
8 finalizações certas
3 finalizações erradas
​67 passes certos
14 passes erradas
1 desarme