Com ação contra o Cruzeiro, volante Éderson é oferecido ao Atlético-MG

O jogador acionou a Justiça do Trabalho para receber atrasdos do Cruzeiro, além de encerrar o contrato com a Raposa. Galo pode ser o destino 

Lance

Lance

Lance

Em litígio com o Cruzeiro, tendo entrado com uma ação judicial na Justiça do Trabalho para pedir a rescisão contratual, além de recebíveis atrasados que somam R4 2 milhões, o volante Éderson, ainda vinculado à Raposa, foi oferecido ao Atlético-MG. A informação foi veiculada inicialmente pela Rádio Itatiaia e confirmada pela reportagem.

A ideia de um possível negócio com o time alvinegro surgiu, pois Éderson é agenciado pelo empresário André Cury, que ajudou o Galo a trazer o técnico Rafael Dudamel e o meia colombiano Dylan Borrero.

Cury já tinha uma reunião agendada com a diretoria do Cruzeiro nesta sexta-feira, 10 de janeiro, para discutir o destino de outro assessorado, o atacante David, mas com a nova pauta, com Éderson na Justiça, o assunto deve fazer parte do encontro.

Além dos atrasos, uma promessa não cumprida pela diretoria, que combinou o pagamento dos débitos até a terça-feira passada, 7 de janeiro, levou o jogador a buscar o Judiciário. .

Éderson chegou ao Cruzeiro por empréstimo em agosto de 2018, vindo do Desportivo Brasil-SP, para reforçar o time sub-20. Após boas atuações na base e no profissional, ele foi comprad em julho do ano passado, com a Raposa pagando R$ 1 milhão por 50% dos seus direitos econômicos.

Porém, até agora o Cruzeiro não acertou o valor total ainda com o Desportivo. O contrato de Éderson tem validade até agosto de 2023. O volante fez em 27 partidas no profissional, com dois gols marcados, contra Botafogo e Corinthians.