Lance Chelsea traça estratégia para vencer o Barcelona na disputa por Estevão, o ‘Messi’ do Palmeiras

Chelsea traça estratégia para vencer o Barcelona na disputa por Estevão, o ‘Messi’ do Palmeiras

Equipe inglesa costura acordo com o Verdão, enquanto os espanhóis têm relação próxima com o estafe do atleta

Lance
Lance

Lance

Lance

O Chelsea, da Inglaterra, se arma para vencer a concorrência de outros clubes da Europa, em especial o Barcelona, e contratar o meia Estevão, grande nome do Palmeiras na Copa São Paulo de Futebol Júnior.

➡️ Tudo sobre o Verdão agora no WhatsApp. Siga o nosso novo canal Lance! Palmeiras

O clube inglês tem mantido contato com a diretoria palmeirense desde o fim do ano passado para estreitar relação e, assim, se colocar à frente dos “rivais” no momento em que apresentar uma proposta pela contratação do jogador, o que ainda não aconteceu.

A informação sobre os contatos entre as equipes foi publicada inicialmente pelo jornalista Fabrizio Romano e confirmada pela reportagem do Lance!.

Até o momento, o Barça estava na frente na concorrência com outros gigantes europeus por dois motivos: o desejo de Estevão em defender a equipe catalã e a proximidade da diretoria culé com André Cury, empresário que é responsável pela carreira do jogador. Recentemente, Cury fez negócio com o Barcelona envolvendo o atacante Vitor Roque, que estava no Athletico. Os Blues, no entanto, tentam “atacar” pelo lado do Verdão, que é quem possui os direitos econômicos

Além de Chelsea e Barcelona, também já fizeram sondagens Arsenal, Manchester City e Manchester United, da Inglaterra, e o Paris Saint-Germain, da França.

Estevão tem 16 anos – completará 17 em abril. E mesmo que ele seja negociado ainda nesta temporada, só deixaria o Verdão em 2025, após completar 18 anos. A diretoria palmeirense, no entanto, não tem pressa para negociar o jogador. O planejamento é que ele seja aproveitado no elenco profissional durante esta temporada e se valorize ainda mais.

A joia da base palmeirense tem contrato com o clube alviverde até abril de 2026. A multa rescisória é fixada em 45 milhões de euros (R$ 239 milhões). O valor é próximo do que o PSG sinalizou durante a última temporada que pretendia pagar pelo meia. A oferta formal dos franceses, no entanto, nunca chegou.

Últimas