Lance CBT lança Projeto de Desenvolvimento com Jaime Oncins nos EUA

CBT lança Projeto de Desenvolvimento com Jaime Oncins nos EUA

Lançamento foi no Rio de Janeiro nesta quinta-feira

Lance
Lance

Lance

Lance

Visando o desenvolvimento do padrão de ensino do tênis brasileiro de alto rendimento no circuito profissional, a Confederação Brasileira de Tênis (CBT) anunciou, nesta quinta-feira, o lançamento do Projeto de Desenvolvimento Prático de Treinadores e Jogadores.

O lançamento foi na Rio Tennis Academy, no Rio de Janeiro, onde acontece o Australian Open Junior Series Brazil, classificatório para a chave juvenil do primeiro Grand Slam do ano.

A iniciativa terá Jaime Oncins, capitão do Time Brasil BRB na Copa Davis, à frente do projeto, que acontecerá na MontVerde Academy, na Flórida (EUA), durante o período de férias do verão norte-americano, entre maio e agosto.

O projeto é voltado aos tenistas que ainda estão na fase de transição (juvenil para o profissional), tenistas profissionais e treinadores. A CBT usará um critério exclusivo para a convocação dos jogadores e treinadores, que participarão do treinamento no próximo ano e também custeará todas as despesas do projeto.

“Este projeto é mais um passo que damos rumo ao desenvolvimento de um padrão de treinamento aos técnicos e jogadores de altíssimo rendimento. Ter o Jaime Oncins liderando esse projeto, com a estrutura da Montverde Academy, e com foco na interação e construção de uma linguagem única, será uma oportunidade ímpar e que vai trazer solidez ao processo de formação destes profissionais. A CBT confia muito no projeto, no Jaime e na estrutura da Montverde”, destaca Rafael Westrupp, presidente da CBT.

Capitão da equipe brasileira desde 2019 e baseado nos Estados Unidos há oito anos, Jaime Oncins ressalta a importância de estar mais próximo do tênis brasileiro. “Fico muito contente em fazer parte deste projeto. Ser mais participativo no desenvolvimento de nossos tenistas e poder trocar informações com seus treinadores será muito importante. Agradeço à Confederação pela confiança e tenho certeza que colheremos frutos no futuro”, afirmou Oncins.

Oncins conta que a ideia surgiu durante uma conversa com o presidente Rafael Westrupp e que foi amadurecendo ao longo do ano. “Vamos aproveitar a Montverde, durante esse ‘break’ de quase três meses, como se fosse uma base da CBT fora do Brasil. Os atletas treinam aqui uma, duas semanas, e depois a gente viaja junto para os torneios nos Estados Unidos, eu acompanhando os jogadores e os técnicos, ajudando nessa preparação.”

Nessa fase experimental, o projeto estará disponível somente para o masculino e deverá se estender ao feminino numa segunda fase.

Últimas