Lance Brasileiros não se classificam nas provas de ciclismo das Paralimpíadas

Brasileiros não se classificam nas provas de ciclismo das Paralimpíadas

Lauro Chaman, André Grizante, Carlos Soares e Ana Raquel Lins não avançaram às finais

Lance
Lance

Lance

Lance

O ciclismo brasileiro não teve bons resultados nesta sexta-feira nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Nas provas de perseguição, André Grizante e Luaro Chaman não avançaram às finais, assim como Carlos Soares e Ana Raquel Lins, que não se classificaram nos duelos de contrarrelógio.

+ Brasil leva bronze no revezamento 4x50m misto, e Daniel Dias alcança a 27ª medalha em Jogos Paralímpicos

Na classe C5, Lauro Chaman disputou bateria contra o francês Dorian Foulon, que não só venceu o brasileiro como quebrou o recorde mundial da prova, com tempo de 4m18s27. Na categoria C4, André Grizante também não obteve bom resultado, e ficou com o último tempo das eliminatórias.

+ Jovane Guissone conquista a medalha de prata nos Jogos Paralímpicos

Nos duelos de contrarrelógio, Carlos Soares, da classe C1, ficou apenas na 20ª colocação, com tempo de 01m18s89 nos 1000m. Já na categoria C4 feminina de 500m, a brasileira Ana Raquel Lins terminou a competição com o 11º melhor tempo, de 44s15, também fora das finais,

Últimas