Lance Brasileira Anita Pravatti fica em quarto lugar em campeonato mundial de crossfit nos EUA

Brasileira Anita Pravatti fica em quarto lugar em campeonato mundial de crossfit nos EUA

Depois de enfrentar problemas no início, atleta supera a ansiedade e o forte calor para chegar perto do pódio

Lance
Lance

Lance

Lance

O Brasil conquistou mais um grande resultado no esporte. Anita Pravatti ficou em quarto lugar no “2022 NoBull CrossFit Games”, que reuniu a nata dos atletas para a disputa do campeonato mundial da modalidade, nas categorias elite, master e teen. A competição começou quarta-feira, dia 3 de agosto, e terminou no último domingo, em Madison, cidade de Wisconsin, nos Estados Unidos, em disputa marcada por forte calor.

A brasileira, que estava em sexto lugar nos dois primeiros dias de competição, conseguiu uma recuperação impressionante, e subiu duas posições nas suas últimas provas. Mesmo tendo ultrapassado seu objetivo de figurar no top 5 do ranking mundial, logo em sua primeira participação individual, Anita não escondeu uma ponta de decepção, pois sentiu que poderia ter ficado entre as três primeiras.

“Passei meio mal no primeiro dia por calor e ansiedade, depois tudo foi bom. Lógico que queria ter ficado no pódio, mas fiquei bem próximo e fiz uma ótima participação sabendo muito bem onde preciso melhorar e quais foram meus pontos fortes”, disse a atleta, por meio de áudio, logo depois de competir.
O NuBull Games reúne a elite do crossfit. O caminho até a competição, no entanto, é bastante longo. A primeira fase, chamada Open, foi em fevereiro, em formato online, no qual o atleta grava um vídeo executando os movimentos que foram requisitados. Depois foram disputadas as quartas de final, que classificaram as 30 melhores atletas do mundo, em abril. Por fim, a semifinal, realizada em maio, que credenciou Anita entre as dez melhores para a fase decisiva, de forma presencial.

“É o primeiro ano que participo da categoria master, de 35 a 39 anos. Estou aprendendo bastante, apesar de já ter competido muito em campeonatos nacionais e em algumas semifinais, nesta competição de elite, fora do Brasil. São oito provas, em três dias de competição, desde corrida, natação, levantamento de peso, movimentos de ginástica. Tem muita coisa. Então, ao mesmo tempo em que é uma felicidade estar aqui, é uma tensão também, porque é a final, da final, da final. Tudo que você trabalhou está em jogo”, contou a atleta.

“Por isso o clima estava quente não só nos termômetros, mas entre os atletas também”, completou.

São meses de muita dedicação para chegar ao topo do crossfit, mas valeu a pena. Além de chegar em quarto lugar, Anita venceu duas provas que renderam 1200 dólares cada uma, pagos pela Reebok. Por isso, os passos antes e depois das provas são fundamentais. Sem contar as tarefas do dia a dia, de mãe, dona de casa e da profissão.

“Antes e após as provas foi muito importante uma nutrição e uma hidratação adequada, além de uma ótima noite de sono. Tudo para que nós aguentássemos todos os dias. Os produtos da Usa Hemp Brasil me ajudaram muito, principalmente na recuperação muscular, para que eu não deixe de ter um sono adequado e diminua a inflamação muscular. Tenho de trabalhar, e olha que ser mãe e dona de casa já são um grande trabalho”, encerra a atleta.

Últimas