Lance Brasil tem início ruim no tênis de mesa nas Paralimpíadas; única vitória foi de Cátia Cristina

Brasil tem início ruim no tênis de mesa nas Paralimpíadas; única vitória foi de Cátia Cristina

Cinco dos sete atletas brasileiros foram derrotados neste primeiro dia de competições

Lance
Lance

Lance

Lance

Os atletas brasileiros do tênis de mesa não tiveram boa estreia nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Na noite desta terça e madrugada de quarta, dos sete mesatenistas que atuaram, cinco foram derrotados. A única vitória veio com Cátia Cristina, que bateu a finlandesa Aino Tapola por 3 sets a 1. David Freitas também venceu, mas por W.O, devido a ausência do sueco Alexander Oehgren.

+ Daniel Dias se classifica para final dos 200m livre nas Paralimpíadas

A primeira a atuar foi Jennyfer Marques, da classe 9, que perdeu para australiana Li Na Lei por 3 sets a 0. No mesmo horário, Danielle Rauen, também da categoria 9, saiu na frente no confronto contra a húngara Alexa Szvitacs, mas acabou levando a virada e perder por 3 sets a 1. Ambas jogam novamente na próxima quinta-feira pela fase de grupos.

+ Brasil estreia nas Paralimpíadas com goleada sobre a Lituânia no goalball

Na classe 3, Marliane Amaral foi derrotada por 3 sets a 0 diante da coreana Jiyn Yoon, em apenas 14 minutos de confronto. Pela categoria 8, Lethicia Lacera perdeu para a norueguesa Aida Dahlen também por 3 sets a 0. Já no masculino, Luiz Marana, da classe 8, saiu na frente no confronto contra o chinês Ye Chao Qun, mas levou a virada e perdeu por 3 sets a 1. Carlos Alberto Carbinatti e Millena Franca ainda jogam nesta madrugada.

Classes do tênis de mesa paralímpico:
​1 a 5 - cadeirantes
6 a 10 - andantes
​11 - andantes deficientes intelectuais
*Quanto maior o número da classe, menor o comprometimento físico-motor do atleta

Últimas