Brasil perde para os EUA e encara Canadá na semi da Copa América

Seleção avança em segundo na chave e se garante no Pré-Olímpico das Américas

Lance

Lance

Lance

A Seleção Brasileira feminina de basquete perdeu para os Estados Unidos por 89 a 73, nesta quinta-feira, no Coliseu Roberto Clemente, em San Juan, em Porto Rico, mas atingiu dois objetivos importantes na fase inicial da Copa América. Além da vaga na semifinal, a equipe comandada pelo técnico José Neto se garantiu no Pré-Olímpico das Américas ao ficar na segunda colocação do Grupo B, com três vitórias e uma derrota.

Na rodada final da fase de classificação, ocorrida nesta quinta-feira, a equipe americana conseguiu vantagem nos três quartos iniciais, mas sem abrir diferenças tão extensas como ocorreu nos seus compromissos anteriores. No período final, foi a vez de o Brasil ficar à frente, algo que nenhum outro adversário fez até agora na competição contra americanas – 24 a 19 (primeiro quarto), 29 a 24 (segundo quarto), 19 a 12 (terceiro quarto) e 17 a 21 (quarto final).

– Jogo muito difícil e sabíamos que seria assim, mas acho que foi muito válido para a nossa equipe, pois encaramos de igual para igual e não demos esse jogo de graça desde o início. Nós lutamos, batalhamos e marcamos, mas elas foram superiores; e fica como aprendizado, nós temos que melhorar muita coisa, mas estamos no caminho certo – comentou a armadora Débora da Costa.

Os Estados Unidos ficaram na primeira colocação do Grupo B (quatro vitórias) e também avançou. Já a Colômbia (duas vitórias e duas derrotas), Argentina (uma vitória e três derrotas) e o Paraguai (quatro derrotas) foram eliminados.

Na semifinal, a Seleção Brasileira vai enfrentar o Canadá, no sábado, no mesmo local, em horário a ser definido. De acordo com o regulamento, nas semifinais ocorrem estes cruzamentos: 1º colocado do Grupo A x 2º colocado do Grupo B e 1º colocado do Grupo B x 2º colocado do Grupo A; os vencedores disputam o título.