Lance Bia Haddad Maia perde posição e fica mais distante do top 10 da WTA

Bia Haddad Maia perde posição e fica mais distante do top 10 da WTA

Brasileira ficou a mais de 500 pontos dos top 10 da WTA. Pigossi subiu na tabela

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

Em novo ranking divulgado nesta segunda-feira pela WTA, a Associação das Tenistas Profissionais, a paulistana Bia Haddad sofreu queda e perdeu posição. Mesmo com queda precoce no Australian Open, Iga Swiatek segue na liderança, mas acompanhada de perto po Arnya Sabalenka.

Beatriz Haddad Maia somou ao todo 120 pontos indo aos 2950, mas foi ultrapassada pela chinesa Qinwen Zheng, vice-campeã do torneio que deu um salto de oito posições e foi ao sétimo lugar. Bia ficou mais distante do top 10, agora a desvantagem é de 570 pontos. A décima colocada é a tcheca Karolina Muchova com 3520. Logo abaixo de Muchova está a tcheca Barbora Krejcikova com o 3081 e a letã Jelena Ostapenko com 3028.

A líder é a polonesa Iga Swiatek que perdeu 110 e ficou com 9770 contra 8905 da bielorrussa Aryna Sabalenka que cortou um pouco da vantagem. A americana Coco Gauff subiu um posto com 7200 e é seguida pela também americana Jessica Pegula que ficou com 5705. A cazaque Elena Rybakina caiu dois para o quinto lugar com 5688 após não defender a final. Ons Jabeur é a sexta, Marketa Vondrousova é a oitava e Maria Sakkari a nona.

Entre as demais brasileiras, Laura Pigossi subiu quatro e é a 114ª. Carol Meligeni perdeu oito e é a 311ª, Gabriela Cé perdeu 31 e é a 416ª. Ana Candiotto subiu treze ao 585º.

Últimas