Lance Bia Haddad consegue marca histórica para o tênis feminino do Brasil

Bia Haddad consegue marca histórica para o tênis feminino do Brasil

Brasileira é a tenista que chegou mais perto do primeiro lugar do ranking mundial

Lance
Lance

Lance

Lance

Bia Haddad conseguiu uma façanha em Toronto, ao ficar em segundo no WTA 1000 do Canadá. Com o resultado, ela é dona da melhor colocação da história do tênis feminino do Brasil no ranking mundial. Neste momento, a brasileira está na 16ª posição.

+ Bia Haddad, Rayssa Leal e Rebeca Andrade se destacam em conquistas do Brasil

O Brasil já teve diversos ícones no tênis feminino, mas nenhum foi maior do que Maria Esther Bueno. Entre o fim dos anos 50 e início dos anos 70, a brasileira conquistou oito grand slams. No entanto, o ranking mundial não existia durante seu auge e, por isso, não é possível analisar sua colocação. A lista passou a ser reconhecida em 1975 e tem Bia Haddad como melhor colocada na história.

+ Bia Maia orgulhosa: 'É muito legal ver o pessoal assistindo tênis feminino'

Ao unir homens e mulheres, a colocação de Bia só é superada por Gustavo Kuerten, o Guga, em 2001. Na ocasião, o brasileiro liderou o ranking mundial por cerca de um ano e conquistou diversos títulos importantes, como Roland Garros, em Paris.

O antigo detentor da marca superada era Thomas Bellucci, que conseguiu a 21ª posição na ATP em 2010. Curiosamente, o Brasil ainda pode emplacar mais uma mulher entre as 100 melhores da WTA. Trata-se de Laura Pigossi que, atualmente, ocupa a 105ª posição.

+ Semana de Copa do Brasil! Saiba os valores das premiações fase a fase até o título

O próximo desafio de Bia Haddad será no Aberto de Cincinatti, nos Estados Unidos. O torneio servirá como preparação para o US Open, último grand slam da temporada. A primeira batalha da tenista brasileira será diante da letã Jelena Ostapenko, número 15 do mundo.

Últimas