Lance Atlético-MG é acionado na Justiça por cobrança referente à contratação de Arana

Atlético-MG é acionado na Justiça por cobrança referente à contratação de Arana

Time mineiro é cobrado pelo valor de R$ 140 mil pela empresa T&F Esportes

Lance
Lance

Lance

Lance

O Atlético-MG foi acionado na Justiça pela empresa T&F Esportes, do empresário Thiago Lima, em cobrança de R$ 140 mil por intermediação na contratação de Guilherme Arana, em 2020. Essa não é a primeira ação judicial contra o clube referente à contratação do lateral esquerdo.

A informação foi antecipada pelo ge. Gislaine Nunes, advogada da empresa, explicou ao portal que foi proposta uma solução amigável através de notificação extrajudicial com o Atlético. Entretanto, pela inércia do clube, a ação de cobrança foi oficializada na Justiça.

Guilherme Arana foi contratado pelo Atlético-MG em 29 de janeiro de 2020, primeiro por contrato de empréstimo, e depois em negociação que ultrapassaria o valor de 5 milhões de euros. A empresa Link Assessoria, do empresário André Cury, também cobra valores da negociação pelo lateral esquerdo do clube mineiro na Justiça.

Últimas