Atividade física no combate à ansiedade

Praticar exercícios físicos é uma das maneiras de ajudar a saúde emocional

Lance
Lance

Lance

Lance

A ansiedade tem sido cada vez mais uma doença presente na vida das pessoas no século XXI. Devido a pandemia da COVID-19, a situação se tornou mais agravante. Segundo estudo feito pela OMS, no primeiro ano de isolamento, houve um aumento de 25% do diagnóstico nas pessoas deste transtorno. Devido a isso, se torna mais importante alternativas para um bom equilíbrio emocional e uma delas, é a atividade física.

A prática de exercícios pode ajudar no equilíbrio de hormônios, evitando o sedentarismo, que é um fator que pode contribuir no desequilíbrio hormonal. Além disso, fazer atividade física ajuda a liberar algumas substâncias que dão a sensação de prazer e bem-estar, como a endorfina, serotonina e a noradrenalina.

Além disso, a prática de atividade física pode ajudar no combate de outros fatores que podem influenciar no quadro de ansiedade. Praticar exercícios contribui para o alívio do estresse, aumento da disposição física, melhora da autoconfiança e autoestima e também, na prevenção de doenças, trazendo menor preocupação e menos ansiedade.

Por fim, exemplos como andar de bicicleta, corrida, dança, ioga, pilates, natação, entre outros exercícios, são aliados no combate à ansiedade, e assim, de uma maneira simples e prática, se tornar mais uma maneira de ajudar as pessoas contra o transtorno.

Mesmo assim, é importante ressaltar que a prática de exercícios é somente uma alternativa no combate à ansiedade, e ainda assim, pacientes devem buscar ajuda e acompanhamento médico, para ajudar contra o transtorno.

Últimas