Arthur Nory faz história e chora ao levar o ouro no Mundial de Ginástica

Brasileiro recebeu nota 14.900 após cravar série de alta complexidade na barra fixa e faturou seu primeiro ouro em um Mundial

Lance

Lance

Lance

O brasileiro Arthur Nory fez história na manhã deste domingo ao conquistar a medalha de ouro na barra fixa, durante o Mundial de Ginastica Artística, que está sendo realizado em Stuttgart, na Alemanha. Nory, de 26 anos, apresentou uma série de alta complexidade, de forma perfeita, e cravou a nota 14.900. O ginasta chorou muito após ter a confirmação do lugar mais alto do pódio.

Arthur Nory - Barra Fixa (Ouro)

Arthur Nory - Barra Fixa (Ouro)

Lance

Emocionado, Nory beija a medalha de ouro (Foto: Ricardo Bufolin/CBG)

O croata Tin Srbic teve nota 14,666 e levou a prata; o bronze ficou com o russo Artur Dalaloyan, que teve nota 14,533. A medalha de olho nesta edição do Mundial coloca Nory, que levou o bronze no solo, nas Olimpíadas do Rio, em 2016, no hall dos brasileiros campeões mundiais como Dayane dos Santos, Dyego Hipólito e Arthur Zanetti.

Nory descobriu em maio que sofre de condromalácia, um problema sem cura no joelho, que provoca o maior desgaste de cartilagem. O diagnóstico fez Nory investir mais ainda na barra fixa, que é sua especialidade. Em sua primeira participação em um Mundial, em 2015, em Glasgow, sem estar entre os favoritos, Nory surpreendeu e ficou com a quarta colocação.