Após primeira expulsão na carreira, Jandrei fala em misto de sensações

Jogador se tornou desfalque para o duelo frente ao Jorge Wilstermann na Bolívia já depois do apito final do árbitro colombiano Nicolás Gallo

Lance

Lance

Lance

Aos 27 anos de idade e passando profissionalmente pelo seu sexto clube, o goleiro Jandrei experimentou na última quarta-feira (12) com a camisa do Athletico-PR uma sensação nova e nada agradável na sua carreira ao levar o cartão vermelho.

O fato ocorreu já depois do árbitro colombiano Nicolás Gallo apitar o fim do jogo que decretou a derrota por 1 a 0 em Santiago contra o Colo-Colo onde, de quebra, o jogador estará fora da terceira rodada pelo Grupo C na visita ao Jorge Wilstermann em Cochabamba. O embate em questão está marcado para a próxima quarta-feira (17) às 19h15 (horário de Brasília).

Segundo o próprio arqueiro disse em entrevista após o ocorrido, a sua punição veio de um ato acidental onde, quando foi punido, revela ter sentido uma verdadeira mistura de sensações:

- Eu estava correndo para bater (a falta), ele me viu correndo e apitou o fim do jogo. O jogador deles deu um toque, a bola foi para o lado e foi na direção dele, não sei se pegou ou não É ruim ser expulso, por mais que seja no final do jogo. (sensação de) Tristeza, raiva, tudo... É uma situação chata, difícil, ainda mais como foi, por ele (árbitro) não deixar nem a gente argumentar.

Antes de voltar a campo pelo torneio continental, o Furacão entra em campo pelo Campeonato Paranaense com o elenco de Aspirantes e sob o comando do técnico Eduardo Barros para jogar o clássico Atletiba no Couto Pereira. O duelo em questão está marcado para o domingo (15) às 16h (horário de Brasília).