Lance Após eliminação, Leandro Castan desabafa: 'Não sei o que falar. Estamos tentando de tudo'

Após eliminação, Leandro Castan desabafa: 'Não sei o que falar. Estamos tentando de tudo'

Zagueiro disse que não irá acusar ninguém, mas que internamente haverá cobranças. Ribamar perdeu quatro chances claras, e o jovem Lucão falhou e saiu de campo chorando

Lance
Lance

Lance

Lance

Em São Januário, o Vasco perdeu muitas chances de abrir o placar, mas foi derrotado pelo Defensa y Justicia por 1 a 0, e deu adeus à Copa Sul-Americana. Na saída de campo, o capitão Leandro Castan desabafou e disse que o time está tentando de tudo. Ele também lamentou o lance do gol dos argentinos, após falha da defesa, e a ausência da torcida cruza-maltina por causa da Covid-19.

+ Confira a tabela da Copa Sul-Americana

- A torcida sempre foi o nosso 12º jogador com o estádio cheio empurrando o time. Nos três anos que estou aqui, a torcida foi sempre quem empurrou o time. Nós nunca fomos uma equipe brilhante, mas sempre um time que a torcida empurrava. Infelizmente, eles estão fazendo falta. Mas o jogo hoje chegaram (adversário) uma vez no jogo, e a bola espirrou, bateu na trave. Não sei o que falar. Estamos tentando de tudo, correndo, em cima das nossas limitações, em cima de tudo - lamentou o zagueiro

Em um ano atípico, chegamos agora ao início de dezembro, tem um campeonato todo pela frente, tem a Covid, perdemos muitos jogadores. Mas não adianta dar desculpas. Agora é assumir a responsabilidade, fazer de tudo para dar a volta por cima, porque a gente sabe o peso dessa camisa. E em outros tempos, muitos daqui não estariam vestindo essa camisa agora. Então temos que dar o nosso máximo dentro de campo - completou.

Além disso, o camisa 5 afirmou que como capitão jamais irá acusar nenhum jogador do elenco para a imprensa, mas que internamente haverá cobranças. No jogo desta noite, o atacante Ribamar perdeu pelo menos três grandes oportunidades de abrir o placar, mas não conseguiu estufar a rede. O jovem goleiro Lucão falhou no gol do adversário e deixou o campo chorando.

- A gente sabe que precisa melhorar muito. Não vou vir aqui falar que está tudo bem. Não está tudo bem. Mas eu não posso vir aqui também acusar A, B ou C. A gente faz isso dentro do vestiário. Eu nunca vou ser o capitão que vai virar e apontar, se for pra fazer isso eu não sirvo. Eu vou sempre defender os meus companheiros, mesmo que errem quinhentos gols, vou defender aqui fora, mas lá dentro a gente vai brigar. Não vou fazer show para ganhar ibope. Agora é hora de recuperar. Está todo mundo no limite, físico, psicológico. Vamos fazer de tudo para dar a volta por cima na temporada - finalizou.

O Vasco volta a campo no próximo domingo diante do Grêmio, às 16h (de Brasília), na Arena, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe necessita vencer para sair da zona da degola e afastar o iminente perigo de rebaixamento.

Últimas