Lance Após deixar o Cruzeiro, Ricardo Rocha processa o clube mineiro

Após deixar o Cruzeiro, Ricardo Rocha processa o clube mineiro

O auxiliar de Vanderlei Luxemburgo na Raposa, Maurício Cupertino, também acionou o time celeste na Justiça

Lance
Lance

Lance

Lance

O Cruzeiro terá de lidar com mais dois processos contra o clube, vindo de ex-funcionários. resolver. O ex-diretor técnico Ricardo Rocha e o auxiliar de Vanderlei Luxemburgo, Maurício Copertino, acionaram o clube na Justiça do Trabalho, cobrando direitos trabalhistas pelo tempo em que atuaram na Raposa.

A ação movida por Ricardo Rocha corre em segredo de Justiça, por isso há poucos detalhes sobre o que o ex-diretor cobra do time celeste. Ricardo chegou à Raposa em agosto do ano passado para ser uma "ponte" entre os jogadores, o treinador e a direção do clube. Ele deixou o clube assim que Luxemburgo foi demitido pelo Cruzeiro, no fim de 2022. Uma audiência inicial está marcada para 4 de março na 36ª Vara do Trabalho.


Já Maurício Copertino, que também fazia parte da equipe de Luxemburgo, pede R$ 564.027,45, incluindo honorários advocatícios, por salários atrasados, pagamento da multa pela rescisão contratual e outros direitos.

Na ação movida por Copertino, ele alega que tinha direito a R$ 68 mil de salário mais R$ 5,8 mil de auxílio moradia no Cruzeiro. Confira o que pede o ex-auxiliar do Cruzeiro.

Aviso Prévio 30 dias: R$ 73, 8 mil
04/12 de 13º salário 2021: R$ 24,6 mil
01/12 de 13º salário 2022: R$ 6, 15 mil
05/12 de férias +1/3: R$ 41 mil
FGTS sobre rescisão: R$ 11,64 mil
FGTS do período: R$ 55,35 mil
Multa FGTS do lapso: R$ 22,14 mil
Salário dezembro 2021: R$ 73,8 mil
multa do art 477 §08º: R$ 73,8 mil
multa rescisória contratual: R$ 68 mil


A audiência de Copertino foi marcada para 16 de fevereiro. Além dele e de Ricardo Rocha, o fisiologista Emerson Silami e o preparador físico Antônio Mello. Ambos também acionaram o clube mineiro de forma judicial.

Últimas