Após Bauru, Pinheiros dispensa jogadores e se retira do NBB

Comunicação da medida foi feita pelo clube por meio de carta endereçada aos atletas

Lance

Lance

Lance

Depois de o Bauru anunciar sua retirada do NBB, os jogadores do Pinheiros receberam na última quarta-feira uma carta da diretoria do clube informando-os sobre seus desligamentos. A informação foi publicada pelo "Estadão" e confirmada pelo LANCE!.

O torneio foi paralisado no dia 15 de março, devido à pandemia do novo coronavírus, mas a Liga Nacional de Basquete (LNB), até o momento, descartou cancelar a disputa. Por decisão unânime dos participantes, tomada há três semanas, a liga anunciou que a competição retornará direto para os playoffs.

Sem perspectivas sobre quando as atividades esportivas poderão voltar a ocorrer no país, as equipes enfrentam dificuldades para manter vínculos com seus atletas. É provável que outros inscritos optem pelo mesmo caminho. Caso o NBB tenha sequência com dez times, será preciso repensar o regulamento. O Pinheiros, sexto colocado na primeira fase do torneio, enfrentaria o Paulistano (11º), enquanto o Bauru (12º) duelaria com o Mogi das Cruzes (5º) nas oitavas.

O Pinheiros informou aos jogadores que não havia intenção de formalizar uma proposta para renovação do contrato quando do seu vencimento e avisou que eles estariam dispensados "desde já". O clube passa por um processo de contenção de despesas no esporte olímpico, iniciado antes mesmo da crise do novo coronavírus.

A diretoria solicitou que os jogadores se apresentem no dia 29 de abril, às 9h, com sua carteira de trabalho, para realização do exame médico demissional e para “dar andamento nas formalidades exigidas na rescisão de contrato”. Por enquanto, a comissão técnica e os atletas da base estão mantidos.

Diferentemente do Pinheiros, o Bauru tem perspectivas de se manter na elite do basquete na próxima temporada. A LNB informou que decisão do clube foi tomada com o objetivo de assegurar o cumprimento de todos os compromissos estabelecidos para o ciclo 2019/2020 e, principalmente, visando o planejamento para a edição seguinte do NBB.

- Todos estão passando por um momento muito difícil tanto do ponto de vista de saúde quanto financeiro. Optamos por adotar uma condução proativa, ponderada e responsável. Assim, o Bauru Basket decide, já alinhado com a Direção da LNB, com o elenco e comissão técnica, em não mais aguardar a sequência do NBB. Na velocidade em que as coisas estão indo, o melhor a se fazer agora é nos preservamos e nos planejarmos para o futuro em segurança e com equilíbrio financeiro - disse o presidente do Bauru, André Goda.