Lance Após 6h de paralisação, Monteiro perde no detalhe para Berrettini no Rio Open

Após 6h de paralisação, Monteiro perde no detalhe para Berrettini no Rio Open

Brasileiro caiu diante do sexto do mundo

Lance
Lance

Lance

Lance

Após seis horas de paralisação pela chuva, Thiago Monteiro acabou derrotado nas oitavas de final do Rio Open, no finalzinho da noite desta sexta-feira, diante do sexto do mundo, o italiano Matteo Berrettini, principal favorito ao troféu.

O brasileiro número 106 do mundo caiu por 6/4 6/7 (8/6) 6/3 após 2h51min de duelo que começou 14h30 e terminou 23h35 após seis horas de paralisação por conta da chuva.

Monteiro perdeu o saque no terceiro game e viu Berrettini usar das principais armas, o saque e a direita, para sucumbir por 6/4 após 38 minutos, com mais de 80% do primeiro serviço.

O cearense entrou mais nas devoluções no segundo set e conseguiu a quebra abrindo 4 a 1. Teve um 0/30 a seguir, não converteu e sofreu o empate cometendo erros bobos no 5 a 3. Berrettini salvou set-point e empatou em 5 a 5. O tie-break viu Berrettini ter 6 a 4 com dois match-points, mas Monteiro foi valente, se salvou e fechou com bela passada cruzada levando o público ao delírio na quadra Guga Kuerten.
O terceiro set começou com Monteiro salvando breaks e levantando o público e o jogo saque a saque com games duros e outros mais sólidos nos serviços até a paralisação bem no break-point após forte chuva.

Os jogadores chegaram a voltar para a quadra em torno das 20h20, mas prontamente retornaram ao vestiário com a volta da chuva. às 23h20 novo retorno e no reaquecimento a chuvas voltou só que os dois seguiram. Monteiro salvou o break-point com bom serviço, mas jogou dois forehands na rede. Berrettini quebrou, sacou bem, abriu 40 a 0, permitiu que o brasileiro encostasse, mas deu uma curtinha sensacional para definir o jogo.

Berrettini encara o espanhol Carlos Alcaraz, 29º colocado, e o argentino Federico Delbonis nas quartas de final neste sábado que promete rodada dupla.

Este foi o quarto jogo de Thiago contra um top 10 e ele venceu uma vez exatamente no Rio Open em 2016 contra o francês Jo Tsonga, nono do mundo na época.

Últimas