Lance Apesar dos desfalques, Vasco conquista três pontos importantes, se aproxima do G4, mas não convence

Apesar dos desfalques, Vasco conquista três pontos importantes, se aproxima do G4, mas não convence

Cruz-Maltino tem a terceira vitória seguida em casa, mas ainda não teve uma atuação convincente nesta Série B. Cabo procura o equilíbrio para o time ser mais competitivo

Lance
Lance

Lance

Lance

Com uma campanha irregular, o Vasco necessitava da vitória contra o Confiança (SE). O três pontos vieram, porém o time ainda está longe de convencer e agradar a torcida. Cabo deu sequência ao modelo de jogo implantado desde a partida contra o CRB, mas o time sofreu mais do que deveria. Longe do ideal, o treinador ainda procura o equilíbrio e ser competitivo dentro e fora de casa.

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro


Após o fim da 9ª rodada, o Gigante da Colina voltou a se aproximar dos quatro primeiros. A diferença antes era de cinco pontos e agora caiu para três. No entanto, os três primeiros também venceram e o Brusque, quinto colocado, tem dois jogos a menos. Na sexta, o adversário será o embalado Sampaio Corrêa, invicto há cinco rodadas, e presente no G4.

Bom início e queda de ritmo

Para escalar a equipe, Cabo teve que apostar na volta de alguns jogadores e na presença de jovens promessas do clube entre os relacionados. Eram seis desfalques importantes (Bruno Gomes, Juninho, Jabá, Morato, Romulo e Galarza), e uma pressão enorme sobre o trabalho do treinador. O retorno de Gabriel Pec surtiu efeito, e o jogador iniciou a jogada do gol da vitória.

+ ATUAÇÕES: MT marca o gol do Vasco e faz a melhor atuação

Durante a partida, o Vasco começou bem, com bom volume de jogo, e intensidade com Pec e MT. Os dois foram responsáveis pelas melhores jogadas do time, e logo aos 13, o atacante roubou a bola e arrancou de trás. Com qualidade, tocou para Marquinhos Gabriel, que só rolou para MT marcar o seu primeiro gol como profissional e abrir o placar em São Januário.

+ Veja momentos em que o clube defendeu as causas sociais

O camisa 32 demonstrou novamente ter credenciais para ser titular do Cruz-Maltino. Polivalente, ele pode atuar em mais de uma posição, e tem tido regularidade em suas atuações. Um exemplo disso é que no primeiro tempo atuou como meia, e após a saída de Michel no intervalo, jogou mais atrás ao lado de Andrey e também correspondeu.

O problema foi justamente depois de abrir o placar. O ritmo caiu, e a equipe deu espaço para o Confiança gostar do jogo e produzir mais na frente. O Dragão Sergipano teve condições de empatar, mas não aproveitou as chances. Apesar de ser uma forma diferente de jogar, mais reativo com menos posse de bola, a marcação vascaína não pode dar tanto espaço. A aproximação necessita ser mais coesa entre as linhas e o time ser mais letal nos contra-ataques.

Gabriel Pec

Gabriel Pec

Lance

Vasco terá sequência dura pela frente na tabela (Rafael Ribeiro/Vasco)


Na etapa final, Cabo teve que apostar em jovens devido aos desfalques e à necessidade de velocidade. Figueiredo e Arthur Sales entraram e levaram algum perigo ao gol de Rafael Santos. O primeiro foi responsável por um bom passe, que deixou Cano na cara do gol. O argentino não costuma desperdiçar tais oportunidades, mas dessa vez não converteu.

+ Veja as oito partidas do Vasco em julho

No fim, o Confiança até levou algum perigo, porém mais na base do abafa e de bola alçadas na área. Neto Berola era a válvula de escape dos sergipanos, mas o Vasco conseguiu coibir bem suas chegadas em velocidade. Para Cabo, a atuação foi aquém do esperado, mas ele relembrou que o Vasco teve um calendário apertado nas últimas semanas, com duas viagens.

+ Presidente do Vasco projeta recuperação semelhante a do Flamengo

- Entendo que houve um fator preponderante para não haver a intensidade que eu queria, a marcação, as transições e organizações. Hoje jogamos o quarto jogo em nove dias com duas viagens. Perdi durante o jogo MT e Andrey fadigados. E a gente teve desfalques. Sabemos que estivemos aquém, mas o importante nisso tudo é a terceira vitória seguida em casa, chegamos à sexta colocação e encostamos no pelotão da frente do campeonato. Precisamos ser competitivos como fomos hoje, saímos sem sofrer gol, mas a gente poderia ter ampliado o placar - frisou o técnico.

Últimas