Lance A Liga MGFL Hinova estreou com sucesso e mostrou ao público que ama futebol americano o nível que deve ser seguido no Brasil

A Liga MGFL Hinova estreou com sucesso e mostrou ao público que ama futebol americano o nível que deve ser seguido no Brasil

Com transmissão de alta qualidade e organização impecável, a liga mineira voltou para matar a saudade do torcedor

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

A Liga MGFL Hinova teve seu primeiro fim de semana de jogos, com vitórias do Galo e Cruzeiro, e trouxe para o fã de futebol americano no Brasil um sentimento que estava guardado há um ano e meio: o de acompanhar um evento completo e poder torcer para os times locais. Mais do que isso, a liga conseguiu fazer com que, até quem não compareceu nos jogos, pudesse assistir a tudo, sem perder nenhum detalhe.

Organizado pelo Grupo Brasil FA, a Liga MGFL Hinova trouxe uma transmissão ao vivo com 8 câmeras 4K, em um padrão de qualidade que não era visto há um bom tempo. Sendo essa até mais elaborada do que a transmissão realizada pela ESPN, no último Brasil Bowl, em 2019, quando o João Pessoa Espectros venceu o T-Rex, em Blumenau.

Mais do que isso, não faltou um evento completo para as mais de mil pessoas que, somadas, estiveram presentes nos dois jogos das semifinais, em Minas Gerais. Food Trucks e interações no intervalo e durante o jogo, foram alguns dos detalhes para o público, que não teve que pagar a entrada, mas sim, contribuir com um quilo de alimento. E nessa ação, mais de uma tonelada foi arrecadada.

Com a volta de um campeonato oficial após tanto tempo da modalidade parada devido à pandemia do Covid-19, foi possível identificar alguns pontos que devem ser seguidos para os quatro cantos do Brasil, no que diz a espetáculo de futebol americano. Primeiro de tudo, é importante focar na captação de patrocínios, antes de sair montando campeonatos a rodo. E isso é importante tanto para o público quanto para os times.

No caso da MGFL que está sendo realizada, e que terá a final decidida no dia 15 de novembro, no Sesc Venda Nova, a captação completa de apoiadores como Grupo Hinova, Estrela Bet, Hotel San Diego Pampulha, Unicesumar, SaneMed, Frutos Goiás e Sesc, trouxe a possibilidade de nenhuma das 4 equipes da competição (além de Galo e Cruzeiro, Golden Lions e Nova Serrana Forgeds, que disputam o 3º lugar) arcarem com custo algum. E isso, para a imensa maioria dos times do futebol americano nacional, já é um feito e tanto.

Últimas