Jogador sérvio é preso por violar toque de recolher em Belgrado

O governo sérvio impôs diariamente o toque de recolher das 17h as 5h do dia seguinte por causa da pandemia do novo coronavírus

Atacante sérvio joga pelo Al-Ittihad

Atacante sérvio joga pelo Al-Ittihad

Reprodução/Facebook

O sérvio Aleksandar Prijovic, atacante do Al-Ittihad, da Arábia Saudita, foi preso nesta sexta-feira à noite por violar o toque de recolher. O anúncio foi feito, neste sábado (4), pela polícia sérvia.

Leia mais: Fifa autoriza futebol nas Olimpíadas com jogadores de até 24 anos

"Prijovic foi preso junto com várias outras pessoas e todos foram levados para o escritório do promotor", disse Vladimir Rebic, diretor de polícia, a uma emissora de televisão sérvia. "Eles violaram o toque de recolher enquanto tomavam bebidas no lobby do restaurante de um hotel em Belgrado após as 17h."

Outras cinco pessoas estavam presentes no local. "O hotel também é responsável porque as medidas também proíbem servir comidas e bebidas. Exceto se a entrega for a domicílio", afirmou o policial.

O governo sérvio impôs diariamente o toque de recolher das 17h as 5h do dia seguinte. No fim de semana, a proibição é mais rigorosa, começando às 13h no sábado até as 5 da manhã da segunda-feira, a fim de conter a propagação do coronavírus.

O governo também pediu aos sérvios para evitarem piqueniques, atividades de lazer e todas as formas de reuniões públicas. Até o momento, a Sérvia registrou 1.476 casos confirmados de coronavírus e 39 mortes.

Prijovic, de 29 anos, tornou-se o segundo jogador sérvio a violar o isolamento. O primeiro foi Luka Jovic, do Real Madrid, que também desrespeitou a quarentena e foi para Belgrado ficar com sua noiva.

Astros do futebol ajudam no combate ao coronavírus