Jogada 10 Yuri Alberto irrita a torcida do Timão; Cássio cobra reforços

Yuri Alberto irrita a torcida do Timão; Cássio cobra reforços

Má atuação de Yuri Alberto contra o Ituano faz torcedores aplaudirem ironicamente saída de jogador; goleiro diz que time está longe...

Jogada 10
Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Jogada 10

O clima no Corinthians após a derrota para o Ituano, nesta quarta-feira (24), é ruim o bastante. Vaiados pelos torcedores que compareceram ao Estádio Novelli Júnior, em Itu, os jogadores foram muitas vezes hostilizados. Mas, no caso do atacante Yuri Alberto, a bronca da torcida foi maior. Na saída de campo, ele acabou aplaudido ironicamente pelos corintianos, insatisfeitos com sua atuação.

De fato, Yuri Alberto perdeu boas oportunidades de gol e poderia ter ajudado o Corinthians a vencer o jogo. No fim, após tantas chances de desperdiçadas, o Ituano fez o gol da vitória com Léo Duarte, já aos 43 minutos da segunda etapa . Foi dessa forma que o Timão conheceu sua primeira derrota na competição, jogando abaixo do nível esperado por sua torcida.

E quem concorda com isso é o goleiro Cássio, um dos grandes ídolos do Corinthians. Ele reconheceu que o time precisa de reforços e cobrou a diretoria neste sentido. Ainda de acordo com o arqueiro, a equipe ainda está bastante longe do nível aceitável, em relação ao futebol demonstrado neste começo de temporada:

“Acho que estamos bem longe. Precisamos de jogadores, precisa trazer. Temos que ser honestos também, precisamos reforçar. O volante não pode ficar de zagueiro, saíram 12 ou 13 jogadores. Entendo que os meninos vão ser importantes, como foram no ano passado em certos momentos. Outros já não são tão meninos, como Wesley e Matheus (Araújo), que estão há mais tempo. Mas o ano é duro, jogar no Corinthians não é fácil. Não cabe a mim contratar, o professor Mano (Menezes) está tentando trabalhar, dar atenção para todo mundo, mas sabemos como é jogar no Corinthians”.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas