Jogada 10 Veja detalhes da primeira oferta do Botafogo por Medina; Boca recusa

Veja detalhes da primeira oferta do Botafogo por Medina; Boca recusa

Proposta de US$ 7 milhões (R$ 34 milhões) e forma parcelada de pagamento em quantias diferentes não agradaram ao clube de Buenos Aires...

Jogada 10
Foto: Divulgação/Boca Juniors

Foto: Divulgação/Boca Juniors

Jogada 10

A oferta inicial do Botafogo por Cristian Medina não atendeu as expectativas do Boca Juniors, da Argentina. Afinal, o clube da capital de Buenos Aires considerou baixos os valores pelo joia de apenas 21 anos, destaque da última Libertadores. O Alvinegro, aliás, ofereceu US$ 7 milhões (R$ 34 milhões na cotação atual) por 80% dos direitos econômicos do meia. A informação é do jornalista Leandro “Tato” Aguilera.

Ainda de acordo com ele, além da quantia não satisfazer, os moldes de um possível acordo pelo pagamento também não agradou. Isso porque a ideia dos cariocas era quitar tudo de forma parcelada até 2025, com cifras diferentes. O modelo não convenceu os “hermanos”, que optaram por declinar da primeira investida do Glorioso. Porém, as tratativas ainda seguem a fim de atingir um consenso.

Por sinal, uma das cláusulas da oferta feita pelo Botafogo por Medina citava venda futura de 20% ao Boca Juniors. Isso porque o meia ainda é jovem e, portanto, possui alto potencial de transferência ao mercado europeu, por exemplo. Cenário que renderia aos xeneizes quantia de repasse. Inclusive, o Nottingham Forest, da Inglaterra, sondou a situação do atleta, mas não houve avanço nas conversas.

Se o Boca Juniors tivesse aceito a proposta inicial, o Alvinegro, que ainda não anunciou reforços, concretizaria a sua maior compra na história. Até hoje, quem aparece no topo das transações é o volante Patrick de Paula, adquirido junto ao Palmeiras, no começo de 2022, por 6 milhões de euros (R$ 33 milhões, na cotação da época). Porém, por Cristian, o montante é maior – US$ 7 milhões (R$ 34 milhões), o que ultrapassaria todo o resto da lista.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas