Um ano sem o eterno Rei Pelé

No dia 29 de dezembro, completará um ano que o Rei do Futebol nos deixou. Mais que um craque nas quatro linhas, Pelé foi eterno

Jogada 10
Foto: Ricardo Saibun/Santos F.C.

Foto: Ricardo Saibun/Santos F.C.

Jogada 10

Nesta sexta-feira (29), completará um ano que Pelé nos deixou. O Rei do Futebol morreu aos 82 anos. O ex-jogador havia sido internado no dia 29 de novembro de para tratar de uma infecção respiratória e reavaliar a sua quimioterapia. Ele lutava contra um tumor de cólon, diagnosticado em setembro de 2021.

Pelé conquistou duas Libertadores, dois Mundiais de Clubes, seis Brasileiros, quatro Torneios Rio-São Paulo e dez Paulistas. Na Seleção Brasileira, o Rei estreou em julho de 1957. No ano seguinte, com apenas 17 anos, conquistou a Copa do Mundo, marcando um gol antológico na final, contra a anfitriã Suécia. O camisa 10 ganhou mais dois Mundiais: 1962, no Chile, e 1970, no México. Inclusive, naquele momento, já era uma lenda do futebol e melhor jogador de todos os tempos.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Últimas