Jogada 10 Rodinei celebra grande fase na Grécia e sonha com Seleção

Rodinei celebra grande fase na Grécia e sonha com Seleção

Lateral-direito Rodinei é titular absoluto e um dos destaques do Olympiacos

Jogada 10
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Jogada 10

Após completar um ano de exterior e Europa, o lateral-direito Rodinei faz uma avaliação positiva do que viveu até aqui no Olympiacos, da Grécia. Afinal, ele é titular absoluto do clube, com 43 jogos, dois gols  e sete assistências. Além disso, recebeu o prêmio de melhor da posição. Aliás, o camisa 23 vê o zagueiro David Luiz, com quem jogou no Flamengo, como fundamental para o sucesso.

 “A gente que sabe que o normal é o jogador ter um período de adaptação, mas me ajudou ter saído do Flamengo na minha melhor temporada. Foi onde aprendi um pouco mais sobre o que é realmente o futebol. O David Luiz me ajudou muito para eu ter o entendimento do futebol. A carreira dele dispensa comentários e foi um cara que abriu minha mente para já chegar preparado. É minha primeira vez na Europa. Então, cheguei mais maduro, mais experiente e a maior dificuldade foi mesmo o frio, mas tirei de letra. Vivi grandes momentos nesse primeiro ano. Vim muito preparado, sei de onde saí, do maior clube do Brasil, que é o Flamengo, e minhas expectativas eram grandes. Era chegar e jogar. E foi isso que aconteceu. Consegui chegar, dar meu melhor, manter meu nível do Flamengo, e agora é dar continuidade. Tenho mais um ano e meio de contrato e quero desfrutar um pouco mais da Europa”, comentou Rodinei, em entrevista ao site “GE”.

Passado e futuro

Rodinei completará 32 anos em janeiro. Ele foi revelado pelo Avaí, em 2011. Jogou ainda por Marcílio Dias, Corinthians, CRAC, Penapolense e Ponte Preta, até chegar ao Flamengo em janeiro de 2016. No clube carioca, viveu uma relação de altos e baixos com a torcida. Aliás, ele foi emprestado para o Internacional, entre 2020 e o primeiro semestre de 2021.

Ainda assim, deixou o Flamengo, em dezembro de 2022, com duas Libertadores, um Brasileiro, uma Copa do Brasil e dois Cariocas. Caminhando para o final da carreira, Rodinei revela que ainda tem um sonho: defender a Seleção Brasileira.

“Eu sou um menino sonhador como muitos. Não posso nunca dizer que não sonho com a Seleção Brasileira. Trabalho por isso todos os dias. Tenho esse sonho, mas não é minha prioridade. Preciso estar focado no meu clube e se aparecer a oportunidade seria um sonho de cada garoto. A idade não é uma coisa que me faça perder isso. O próprio Diniz dá várias entrevistas falando dos jogadores que ele tem, como Marcelo, Felipe Melo, Ganso… Então, não é uma questão de idade. É questão de estar bem e vivendo um grande momento. Tenho certeza que eu estou vivendo”, comentou Rodinei.

“Não posso afirmar, mas tenho 70% de certeza que em algum momento o Diniz já me analisou, pensou em me convocar, mas isso aí é questão de trabalho dia após dia no seu clube para estar preparado. Estou há um ano e meio jogando em um nível muito alto. Muita gente pode pensar que o Campeonato Grego não é dos maiores, mas é muito difícil com cinco, seis equipes que disputam. Não é como no Brasileirão, mas há times muito competitivos e equilibrados. Além disso, tive a oportunidade de disputar a Europa League e pude jogar contra o West Ham, Freiburg, e mostrei que vivo um grande momento de alto nível. Fica essa pontinha de esperança de um dia ser convocado”, acrescentou Rodinei.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Últimas