Jogada 10 Rafinha diz que São Paulo tem duas equipes competitivas para jogar em 2024

Rafinha diz que São Paulo tem duas equipes competitivas para jogar em 2024

Lateral reforçou a força do elenco do Tricolor para esta temporada e saiu em defesa de Thiago Carpini, após sua experiência ser questionada...

Jogada 10
Foto: Douglas Magno/AFP via Getty Images

Foto: Douglas Magno/AFP via Getty Images

Jogada 10

Capitão do São Paulo, Rafinha levantou mais uma taça neste domingo (04), quando o Tricolor bateu o Palmeiras nos pênaltis, no Mineirão e conquistou a Supercopa Rei do Brasil. Após a partida. o jogador enalteceu a força do elenco, elogiou o garoto Moreira, que entrou em seu lugar no segundo tempo e disse que o clube, hoje, tem dois times muito competitivos, que pode brigar por tudo em 2024.

“Esse é o legado que a gente deixa. Sair na situação que eu saí e entrar o Moreira hoje e fez um partidaço. Tem que parabenizar, fez um grande jogo hoje. Ele entrou muito bem. Este ano nosso time tem troca. Não que no ano passado não tinha, mas este ano tem muitas trocas, jogadores para todas as posições do mesmo nível”, disse Rafinha, que prosseguiu.

“Fico feliz de quem estar entrando, está dando conta do recado. Tem o Rafinha, mas quem entrou, quem tá jogando, dá conta do recado. O torcedor tem que estar feliz. É difícil no Brasil ter dois times competitivos. Tem 18, 19 jogadores do mesmo nível. Parabenizar o São Paulo que foi muito feliz nessa janela de transferência e montou um grande time”.

Rafinha defende tempo para Carpini trabalhar

Além disso, o veterano saiu em defesa do técnico Thiago Carpini. Durante a semana de preparação para a Supercopa, a ”pouca experiência” do treinador foi colocado em xeque, já que com 39 anos, vem tendo a grande oportunidade da sua carreira no Tricolor. Contudo, Rafinha acredita que se der tempo, o comandante pode trazer grandes alegrias no São Paulo.

“Aqui no Brasil a gente depende de resultado, diferente do futebol europeu que o treinador tem tempo para trabalhar. A gente perde hoje e traz pressão, diz que o treinador é novo ainda, que não teve tempo, não sei o que. Assim, a gente é muito realista. Infelizmente no Brasil a gente depende muito de resultado. Não só o Carpini, todos os treinadores precisam de tempo. O torcedor tem que entender que para ter um time, ter uma ideia de jogo, é preciso de meses, anos de trabalho. Então temos que ter um pouco mais de tranquilidade com nossos treinadores. Eu já sou campeão, ganhei todos os títulos que tinha na vida. Agora tem que dar tempo ao treinador. Mas parabéns para ele (Carpini). A gente tá sofrendo para ganhar e ele chegou agora e já é campeão”, finalizou o lateral.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas