Jogada 10 Presidente do Vélez descarta retorno de Orellano, do Vasco: ‘Salário muito caro’

Presidente do Vélez descarta retorno de Orellano, do Vasco: ‘Salário muito caro’

Com o pedido para deixar o Cruz-Maltino, atacante argentino vê com bons olhos a possibilidade de voltar ao clube que o revelou

Jogada 10
Leandro Amorim / Vasco

Leandro Amorim / Vasco

Jogada 10

O caso Orellano segue sem solução no Vasco. Afinal, o clube pretende recuperar o investimento que fez pelo argentino após um ano. Há dez dias, ele informou à comissão técnica da equipe que deseja sair do futebol brasileiro. Levantou-se, então, a possibilidade de um retorno ao Vélez Sarsfield, clube que o revelou. Contudo, o presidente Fábian Berlanga, descartou essa possibilidade.

“Luca Orellano não é uma possibilidade de chegar, porque o salário é muito caro e o clube não tem condições de pagá-lo”, apontou o mandatário do Vélez, depois de avaliar a situação.

O jogador, de 23 anos, custou 3 milhões de dólares (aproximadamente R$ 15,8 milhões na cotação da época) aos cofres do Cruz-Maltino em janeiro de 2023. Na primeira janela de 2023, o investimento nele representou a terceira contratação da janela, atrás do lateral-esquerdo Lucas Piton e o zagueiro Léo, respectivamente.

Por conta da quantia e do talento que demonstrou na Libertadores retrasada, a sua chegada foi cercada de expectativa. Contudo, Orellano não conseguiu corresponder e teve pouca frequência em campo. Especialmente por algumas lesões e pela fase de adaptação, a qual o atleta não superou. No total, ele entrou em campo apenas 23 vezes, com apenas um gol e uma assistência.

Um outro clube argentino que demonstrou interesse em sua contratação foi o Boca Juniors, porém as conversas não avançaram. Os Xeneizes identificaram Orellano como um possível substituto de Valentín Barco, que foi atuar no Brighton, da Inglaterra. Contudo, a preferência deles foi por Kevín Zenón, meia-atacante do Unión, também da Argentina. Esse, aliás, foi um dos nomes debatidos no próprio Vasco. A MLS também já sondou o jogador, mas nunca fez proposta oficial à SAF.

Limite de estrangeiros pode facilitar saída do Vasco

O atacante argentino lidera a fila de jogadores negociáveis, tanto que não viajou com o elenco principal para realizar pré-temporada em Punta del Este, no Uruguai. Ele provavelmente disputará as primeiras rodadas do Carioca. Tratativas envolvendo o jogador devem evoluir após a volta do grupo que está no Uruguai.

Atualmente, o Cruz-Maltino possui sete estrangeiros em seu elenco, o limite a serem relacionados por partida previsto nos regulamentos das competições que disputará. No caso, o Campeonato Carioca, Copa do Brasil e a Série A. O clube ainda possui negociações avançadas com o volante Juan Sforza, do Newell’s Old Boys. Ou seja, Orellano é o preferido a ceder esta vaga.

O número de jogadores de fora do Brasil pode aumentar caso as conversas pelo volante Cuellar e o atacante Luciano Rodriguez avancem. No atual cenário, a permanência de Orellano é improvável. Entretanto pode ocorrer se o Gigante não receber uma oferta atrativa.

História do atacante no Vélez

Com anos de casa, o meia-atacante possui bastante identificação com o Vélez Sarsfield. Afinal, foi nas categorias de base do clube onde começou a jogar futebol. Em 2019, Orellano passou a integrar o time profissional, onde permaneceu por quatro temporadas. Após 116 jogos e uma semifinal de Libertadores como titular, ele se transferiu para o Vasco.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Últimas