Jogada 10 Palmeiras diz que não vai jogar no Allianz enquanto não trocar gramado

Palmeiras diz que não vai jogar no Allianz enquanto não trocar gramado

Verdão reclamou das condições da grama durante o clássico e cobra manutenção do estádio. Santos também reclamou

Jogada 10
Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Jogada 10

A vitória do Palmeiras por 2 a 1 diante do Santos, neste domingo (28), pela terceira rodada do Paulistão gerou uma grande polêmica. Afinal, as duas equipes reclamaram e muito do gramado do Allianz Parque. Após o clássico, o Verdão emitiu uma nota oficial, dizendo que não vai jogar no estádio, enquanto não houver a troca da grama.

O Verdão contesta o gramado já faz algum tempo. Contudo, as reclamações aumentaram após o atacante Bruno Rodrigues, que chegou em janeiro no clube, lesionou o joelho após o duelo contra a Inter de Limeira. O jogador deve ficar afastado dos gramados por algum tempo.

Aliás, para o clássico, Fábio Carille  fez mudanças no time titular por conta do gramado. Assim, Felipe Jonatan, Guilherme, Julio Furch e Giuliano começaram o clássico no banco. Aliás, o camisa 10 chegou a entrar no segundo tempo, mas ficou poucos minutos em campo, pedindo substituição. Ao sair, o meia disse que “com este gramado não dá”. Após a partida, o treinador disse que até Abel Ferreira reclama da grama.

“A partir do momento em que a própria equipe da casa reclama… o Abel reclama. O gramado está ralo, parece algo para o futsal. Dificuldade para controlar a bola. Palmeiras tem o CT para treinar. Já foi muito melhor. Estou sabendo que o Palmeiras está se mexendo para trocar esse gramado”, disse Carille.

Confira a nota do Palmeiras

A Sociedade Esportiva Palmeiras informa que, em razão das atuais condições do gramado do Allianz Parque, somente voltará a mandar jogos no estádio quando a Real Arenas honrar com a sua obrigação de realizar a manutenção adequada do campo.

Importante salientar que o problema não é a grama sintética, implementada justamente com o intuito de oferecer aos atletas um piso sempre em perfeitas condições, mas o descaso da superficiária com a qualidade do campo, que exige melhorias urgentes.

Em função da irresponsabilidade de terceiros, não temos o direito de colocar em risco a integridade física de profissionais – sejam do Verdão, sejam das equipes adversárias.

Caso a superficiária do Allianz Parque insista em protelar a solução necessária para este grave problema, exigiremos junto aos órgãos competentes a interdição da arena.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas