Jogada 10 Léo Jardim celebra bom desempenho em retorno ao Brasil: ‘Ano de afirmação’

Léo Jardim celebra bom desempenho em retorno ao Brasil: ‘Ano de afirmação’

Foi em 2023 que Léo Jardim teve a sua primeira sequência no futebol brasileiro. Anteriormente, no Grêmio, não conseguiu espaço para...

Jogada 10
Foto: Daniel Ramalho/Vasco

Foto: Daniel Ramalho/Vasco

Jogada 10

Aos 28 anos, com a titularidade no gol do Vasco, Léo Jardim viveu em 2023 o seu melhor ano atuando no futebol brasileiro. É inegável a importância que o goleiro teve na campanha de permanência do time carioca na Série A. Assim, a última temporada ficará marcada na carreira do jogador de Ribeirão Preto, em São Paulo, que tem contrato até o fim de 2025.

Jardim chegou ao Cruz-maltino em janeiro deste ano, quando deixou o Lille, da França. Aliás, pelo time europeu, ele ganhou notoriedade, afinal, esteve nos títulos do Campeonato Francês 20/21 e da Supercopa da França em 2021. Mas, no Brasil, a temporada serviu para os torcedores realmente conhecerem o jogador, que vê 2023 como o ano de afirmação.

“Muito feliz pelo desempenho pessoal, mas o que me deixou mais contente foi o desempenho coletivo. Tivemos um começo de Brasileiro bem difícil, mas conseguimos no segundo turno reverter a situação e provamos ser capazes de conseguir coisas maiores. Estou muito feliz por isso. E com certeza esse foi um ano de afirmação para mim”, disse para a “VascoTV” nesta quinta-feira (21).

Revelado pelo Grêmio, Jardim esteve no elenco campeão da Copa do Brasil de 2016. Na ocasião, era o reserva imediato de Marcelo Grohe. Já no ano seguinte, na conquista da Libertadores, tinha também a concorrência de Paulo Victor. Assim, teve poucas oportunidades pelo time gaúcho.

Em julho de 2018 foi emprestado e, posteriormente, vendido ao Rio Ave, de Portugal. Já em julho do ano seguinte, o Lille comprou o brasileiro. Mas, antes de dar oportunidades em sua baliza, o emprestou para o Boavista, também de Portugal. Um pouco menos de um ano depois, retornou à França.

Grande responsabilidade em vestir a camisa do Vasco

A posição de goleiro do Vasco teve, durante toda a história do clube, grandes nomes, como Barbosa, Mazarópi, Acácio, Carlos Germano e Fernando Prass. Assim, Léo Jardim sabe a responsabilidade que carrega em defender a meta vascaína. Mas, para ter grandes atuações pelo Gigante da Colina, conta com a torcida que, segundo ele, é uma grande motivação aos jogadores.

“Tem sido muito bacana. Eu considero uma grande responsabilidade representar a camisa 1 do Vasco. Uma camisa que tantos goleiros gostariam de vestir. Eu sei da responsabilidade que carrego, da paixão dos torcedores, então fico muito feliz por poder ajudar a equipe e representar bem uma camisa tão grandiosa”, explicou.

“O apoio da torcida é um fator muito positivo. Dentro de casa, não preciso nem dizer como foi importante a torcida estar do nosso lado, sempre apoiando. Mas o que mais me surpreendeu foram os jogos fora de casa. A torcida sempre esteve presente em grande número, sempre lotava o espaço visitante dos estádios. Com certeza é uma motivação a mais para nós”, completou.

Números de Léo Jardim com a camisa do Vasco

A importância de Léo Jardim para a temporada de 2023 do Vasco é exemplificada nos números dele em jogos. No Campeonato Brasileiro, por exemplo, jogou todas as partidas. No total, disputou 47 jogos. Nestes, não sofreu gol em 14.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas