Jogada 10 Focado no Santos, Carille deixa de lado o imbróglio com japoneses

Focado no Santos, Carille deixa de lado o imbróglio com japoneses

Técnico do Santos, Fábio Carille é alvo de queixa do V-Varen Nagasaki por descumprimento de contrato e caso chega à Fifa

Jogada 10
Foto: Raul Baretta/Santos FC

Foto: Raul Baretta/Santos FC

Jogada 10

A vitória do Santos sobre o Botafogo-SP no sábado (21/1) garantiu ao Peixe uma estreia positiva no Campeonato Paulista de 2024, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Mas, nos bastidores, um imbróglio envolvendo o técnico Fábio Carille atrai a curiosidade. É que, embora esteja de volta ao clube, ele ainda teria vínculo com o V-Varen Nagasaki, no Japão. Assim, o caso foi parar na Fifa.

Porém, Carille preferiu não polemizar e disse que seu foco é treinar a equipe.

“Não está me preocupando (o imbróglio judicial). Estou acompanhando de longe. Não sei quando, mas vão resolver”, disse, referindo-se aos dirigentes do Santos, advogados e agentes.

Batalha judicial entre Santos e V-Varen

O V-Varen Nagasaki alega que uma renovação de contrato com Carille está em vigor e que, portanto, o técnico não poderia sair do clube. Já o Santos argumenta que o V-Varen ainda não tinha o registro da renovação no dia 3 de dezembro, quando o Santos fechou acordo com o treinador. Como o vínculo anterior de Carille com os japoneses acabou em 31 de dezembro, o Santos considera que ele estava livre a partir de 1/1/2024.

O Peixe, inclusive, anunciou o retorno de Carille no dia 19/12 e o apresentou no dia seguinte. Assim, uma batalha judicial deve causar certo agito durante um período. Afinal, o V-Varen já deixou claro que não fará uma liberação amigável do técnico. E, por outro lado, o Santos entende que o clube japonês não tem mais direito sobre o treinador.

Em campo, Fábio Carille acertou em decisões

Em campo, o Santos contou com um golaço de Otero para garantir a vitória magra por 1 a 0. Apesar de algumas falhas na defesa, o Peixe teve bom desempenho. Assim, destacaram-se Giuliano, o grande criador do time; o goleiro João Paulo, que fez defesas fundamentais para o placar favorável; e Otero, que entrou na etapa final na vaga de Pedrinho, teve estrela e ainda festejou em dose dupla.  Afinal, o venezuelano de 31 anos, que chegou ao Santos no dia 11/1 para tornar o time mais ofensivo, será pai de gêmeos.

Fábio Carille estreou com o pé direito, tomando duas decisões importantes. Primeiro, deu liberdade a Giuliano, o que fez a diferença na partida. Além disso, adotou uma tática de buscar o jogo pelos flancos, o que também se mostrou correto.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas