Jogada 10 Em caso de título da Supercopa, Nestor brinca: ‘vou invadir o campo e pegar medalha’

Em caso de título da Supercopa, Nestor brinca: ‘vou invadir o campo e pegar medalha’

Nestor, meia que marcou o gol da conquista da Copa do Brasil de 2023, segue processo de recuperação de cirurgia no joelho esquerdo

Jogada 10
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Jogada 10

Autor do gol que sacramentou o título inédito da Copa do Brasil ao São Paulo, Nestor assumirá o papel de torcedor na decisão da Supercopa Rei, contra o Palmeiras. O meia está em processo final de recuperação de uma cirurgia no joelho esquerdo em novembro de 2023.

Questionado sobre o seu sentimento em estar fora dessa partida, Nestor garantiu que não se sente mal, mas lamentou a ausência. Além disso, depositou confiança em seus colegas para buscar mais um título inédito.

“Não vou falar que eu me sinto mal, porque ali tem jogadores espetaculares que vão dar conta do recado. Mas queria muito participar de um momento como esse. Queria muito participar, mas infelizmente tive que passar por esse processo. Mas vou estar lá em BH acompanhando, mandando minhas energias positivas para que se Deus quiser a gente seja campeão”, disse Nestor em entrevista ao “ge”.

O meia, que afirmou que estará no Mineirão para acompanhar a decisão, disse que, em caso de vitória do São Paulo, irá pegar a sua medalha de campeão.

“Vou invadir o campo e pegar medalha”, brincou o são-paulino.

Processo de recuperação

Visando encurtar o tempo de recuperação para, assim, retornar o mais rápido possível aos jogos, Nestor abriu mão de aproveitas as suas férias. O jogador, que detalhou o processo de lidar com a contusão, principalmente no início, deve iniciar trabalho de transição nas próximas semanas.

“É difícil ver as pessoas viajando, mas também não tinha viagem marcada. Ficamos eu e o Igor, o fisio do São Paulo. A gente ficou tratando, conversando. Depois ainda deu tempo de ficar três dias em Floripa. Foi bom, valeu a pena. Estou me sentindo bastante bem agora”, iniciou.

“Foi um momento muito complicado. Quando eu descobri que teria que operar, eu queria o quanto antes. Falei para os fisioterapeutas para ganharmos tempo. Quando eu descobri, no outro dia eu já operei. Optei juntamente com o corpo médico do São Paulo para ficar lá tratando para perder o mínimo possível da temporada. Agora já estou em fase final. Acho que dentro de uma ou duas semanas devo começar a transição. Aí conforme for evoluindo, devo ser liberado para poder voltar aos gramados”, completou.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas