Jogada 10 Daniel Alves reduz drasticamente valor da ação contra amigo: ‘Crime e má-fé’

Daniel Alves reduz drasticamente valor da ação contra amigo: ‘Crime e má-fé’

Valor antes cobrado por Daniel Alves era de R$ 137,2 milhões, mas caiu, após atualização da defesa, para R$ 3 milhões

Jogada 10
Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

Jogada 10

Há pouco mais de um mês houve a duivulgaçao de que Daniel Alves entrou com uma ação contra um amigo que não quis devolver cerca de R$ 137,2 milhões em bens. A situação, todavia, tem nova repercussão e o valor diminuiu drasticamente: a ação agora é de R$ 3 milhões.

De acordo com o advogado de Jakson Trindade, supostamente amigo de Daniel Alves no processo, a situação configura crime e não é bem vista..

“Isso se chama, no mundo jurídico, de fraude. Não existe iniciar com R$ 140 milhões. Antes de entrar com ação, tem que apurar os fatos. Isso é crime e má-fé. Vamos entrar com processo e abertura de inquérito para apurar essa fraude”, salientou Adib Abdouni, advogado de Trindade, em entrevista a TV Record.

Aliás, parte dos bens foram devolvidos para Dinorah Santana, ex-esposa do jogador, que cuidava da carreira e tinha vínculo empresarial com ele.

“Pra mim, é o valor mais expressivo foi para a mão da Dinorah. Entreguei pedras de esmeraldas e outros tipos. Valor não sei calcular, mas é mais expressivo do que é relatado hoje”, disse Jakson a TV Record.

Os outros bens são utilizados atualmente por Trindade, incluindo o carro citado no processo. Porém, segundo o empresário, eles têm negócios juntos e o veículo é parte de um pagamento de uma dívida.

O motivo da alteração de valor

A alteração no valor, de acordo com a defesa de Daniel Alves, ocorreu por não ter tido acesso à relação de bens de posse do amigo. Após terem acesso, fizeram a mudança. Aliás, de acordo com o Jakson Tridade, os bens que estão com ele valem pouco mais de R$ 200 mil.

Além disso, em nota, a defesa de Daniel Alves disse que houve quebra de confiança e que Jakson não estaria tendo zelo com os bens do jogador. Jakson ainda estaria tentando tumultuar o processo.

Entenda a situação entre Daniel Alves e o amigo

Daniel Alves, ao se mudar para o México, quando foi atuar com a camisa do Pumas, deixou obras de arte, móveis, instrumentos musicais e uma Land Rover com esse amigo. No entanto, de acordo com o jogador brasileiro, ao ser preso na Espanha, acusado de crime sexual, Daniel solicitou a restituição dos bens. Mas o amigo permaneceu “inerte”, conforme o processo. Assim, houve registro de um Boletim de Ocorrência pelos advogados do jogador.

A justiça brasileira, no entanto, pediu para o jogador explicar o valor de R$ 137,2 milhões e relatasse os bens e seus valores.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas