Jogada 10 Após vitória, Marcelo fala sobre caneta no lance do pênalti: ‘Saiu na hora’

Após vitória, Marcelo fala sobre caneta no lance do pênalti: ‘Saiu na hora’

Lateral explica que tentou driblar o adversário para gerar perigo de gol e destacou a mescla entre juventude experiência no elenco

Jogada 10
 - Foto: Lucas Merçon/Fluminense

- Foto: Lucas Merçon/Fluminense

Jogada 10

Em um jogo muito disputado, o Fluminense bateu o Al Ahli por 2 a 0 e garantiu a vaga na final do Mundial de Clubes. Em campo, o Tricolor subiu de produção no segundo tempo e abriu o placar, com gol de pênalti do colombiano Jhon Arias. No fim, John Kennedy repetiu o feito da decisão da Libertadores e ampliou o marcador. Na saída de campo, Marcelo explicou se realmente pensou em dar a caneta no adversário no lance do pênalti.

“Na minha carreira sempre tento fazer algo diferente. Nesse momento, o jogo estava muito fechado. Na verdade nem pensei que eu queria dar uma caneta ou algo do tipo. Eu pensei em driblar o adversário para estar na área e criar uma chance de gol. Consegui entrar na frente dele depois de um drible e ele fez o pênalti. Não foi uma coisa pensada, saiu na hora”, explicou, antes de completar.

“A gente trabalha todos os dias nessa diferença de idade. Os quarentões tentam ajudar os jovens com a experiência e os jovens ajudam com a juventude, forma de falar e pensar. Essa mistura ajuda muito o Fluminense”, acrescentou sobre a mescla de diferentes idades do elenco tricolor.

O Fluminense encara o vencedor do duelo entre Manchester City, da Inglaterra, e Urawa Reds, do Japão. Assim, os dois times se enfrentam nesta terça-feira (19), às 15h (de Brasília). Por fim, a decisão do Mundial de Clubes acontece na sexta-feira (22), às 15h, em Jeddah.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas