Jogada 10 Após 14 anos, René Simões não trocaria o que falou de Neymar: ‘Estamos criando um monstro’

Após 14 anos, René Simões não trocaria o que falou de Neymar: ‘Estamos criando um monstro’

René Simões relembra problemas de Neymar no início de carreira e alerta que ele não teve a sorte de ter outros grandes craques na mesma...

Jogada 10
Foto: Ricardo Saibun/Santos

Foto: Ricardo Saibun/Santos

Jogada 10

Em 2010, Neymar se viu no meio de uma grande polêmica. Logo no início da sua carreira, a grande estrela do Santos brigou em campo com o então técnico do Peixe, Dorival Júnior, e o problema se ampliou para o capitão Edu Dracena. Após o jogo, o treinador do Atlético-GO, adversário do clube paulista na ocasião, René Simões, viu a situação de fora, mas botou o dedo na ferida. Chamou Neymar de “sem educação” e disse a frase até hoje repercutida: ““Poucas vezes vi alguém tão mal educado desportivamente quando esse rapaz Neymar. Estamos criando um monstro no futebol brasileiro. Ele é um senhor todo poderoso dentro de campo”. No entanto, 14 anos depois, ele não troca uma vírgula.

Pelo menos é o que garante René. Atualmente, ele se apresenta como “palestrante motivacional e facilitador mental”, ele fala da qualidade de Neymar e não se arrepende do que disse em outro momento.

“Quando falamos do Neymar, temos de abrir uma janela para não ser mal interpretado. Não vejo ninguém no Brasil com a qualidade dele. A desvantagem do Neymar é que ele pegou a seleção sem tantos outros craques como em outros momentos. Não arrependo do que falei lá atrás sobre ele, porque o disse de forma educativa. Alguém tinha de educá-lo desportivamente dentro de campo. E muitos treinadores me encontraram depois e disseram que eu tive a coragem de dizer o que eles gostariam. Quando ele foi para o Barcelona, teve atuações excelentes, foi o momento máximo da carreira dele. O Barcelona não permite que o jogador seja maior do que o clube. Limite é bom para os nossos jovens. A vida propõe limites. Livre é aquele que faz o que não gosta, mas sabe que é importante”, disse René, em entrevista ao Estadão.

Dica para Neymar

Como palestrante, aliás, René tem visão de mundo por sua experiência tanto de vida quanto dentro do esporte. Um dos treinadores mais vividos no meio do futebol, ele dá uma dica para o jogador brasileiro.

“Tenha foco naquilo que quer. Se você quer ser o melhor jogador do mundo, eu acredito que ainda pode ser. Qualidade não falta. Se não for o que ele quer, nós ficamos incomodados. Estamos com saudades de ter um brasileiro como número 1. O Kaká foi o último, em 2007. Quem não se incomoda se acomoda. Nós temos o melhor DNA de jogar futebol. Não é prepotência, é constatação. Neymar, coloque seu foco naquilo que você quer ser. E ter foco é dizer ‘não’. Você tem de abrir mão de uma coisa para conquistar outra. Ou uma ou outra. A gente precisa cuidar dessa nova geração, com Endrick, Vitor Roque, John Kennedy, Marlon Gomes”, concluiu.

Neymar segue afastado do futebol tratando uma lesão no joelho esquerdo. Ele passou por procedimento cirúrgico em Belo Horizonte e ainda vai precisar de alguns meses para voltar aos gramados. No entanto, sua vida extracampo tem chamado mais atenção, com polêmicas com a ex-noiva e baladas.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas