Esportes Inter quer manter liderança contra Vasco para ter 'vantagem' no confronto direto

Inter quer manter liderança contra Vasco para ter 'vantagem' no confronto direto

A derrota diante do Sport, após 12 jogos de resultados positivos, acendeu o sinal de alerta no Internacional. Podia abrir quatro pontos e viu a distância para o Flamengo cair para apenas um, restando três rodadas. Disposto a chegar na liderança no confronto direto da próxima rodada, no Maracanã, a meta colorada é recuperar os pontos perdidos em casa na visita ao Vasco, às 16 horas, em São Januário.

O maior problema nesta reta final ao Internacional é suprir as ausências das peças importantes. Nomes experientes se tornaram desfalque por lesão, casos de Moledo, Boschilia e Thiago Galhardo. O artilheiro se recuperou de lesão e deve ficar no banco. O Inter já havia perdido Guerrero, no começo da competição, e Saravia, destaque na direita.

Patrick se tornou o pulmão e o cérebro do Inter na condução da equipe à liderança. O meia contribuiu muito na marcação, também na criação e com gols. Está suspenso e será o desfalque de peso no Rio de Janeiro.

Abel Braga terá de recorrer aos jovens por superação na perigosa visita a um oponente no qual somente o triunfo interessa. Afundado na zona de rebaixamento, o Vasco terá de atacar e isso pode ser algo favorável aos gaúchos.

Depois de sofrerem diante do fechado time pernambucano no Beira-Rio, atuar com espaços para atacar pode ser algo favorável na busca à vitória e manutenção da liderança.

O Inter adora contra-atacar e seu maior resultado no Brasileirão, os 5 a 1 sobre o São Paulo, surgiu justamente se fechando bem atrás e partindo em velocidade. Como os vascaínos necessitam propor o jogo, a velocidade de Caio Vidal e do substituto de Patrick, Marcos Guilherme ou Peglow, aliado ao oportunismo de Yuri Alberto, podem ser vitais na busca pela vitória. Moisés cumpriu suspensão e volta na vaga do expulso Uendel.

Últimas