Esportes Inter promete futebol ofensivo diante do Sport para não perder líderes de vista

Inter promete futebol ofensivo diante do Sport para não perder líderes de vista

Terceiro colocado no Brasileirão, o Internacional sabe que precisará de bons resultados longe de casa se quiser acompanhar os líderes Atlético-MG e Flamengo. Nesta quarta-feira, às 21h30, na Ilha do Retiro, a promessa é de futebol ofensivo diante do Sport para seguir colado nos primeiros colocados.

Depois de desencantar diante do Athletico-PR, o atacante uruguaio Abel Hernandez acredita que pode repetir a dose e marcar mais gols. "Eu precisava abrir a lata (anotar o primeiro), como diz no Uruguai. E espero começar a marcar mais gols, pois é muito importante para um atacante", afirmou o parceiro de Thiago Galhardo no setor ofensivo do Inter.

Enquanto o parceiro já colocou 13 bolas nas redes rivais, Hernandez vinha devendo não apenas gols, mas um futebol mais vistoso. Aliviado, agora já faz planos para fazer o Inter emplacar uma série de triunfos.

"Esperamos ganhar outra. O importante agora é somar pontos para seguir nas primeiras colocações do campeonato", observou. "Seguimos com essa mentalidade para conseguir os três pontos."

Com o triunfo do Flamengo sobre o Goiás, o Inter ganhou novo rival na luta pela liderança. Cariocas e mineiros somam 30 pontos, diante dos seus 28. Agora os gaúchos necessitam dos três pontos no Recife. Hernandez esbanja confiança que o time pode, sim, voltar com a vitória na mala. "Fizemos boas partidas ultimamente e temos de seguir nesse caminho."

O técnico Eduardo Coudet terá o retorno de Edenilson, que cumpriu suspensão. Mas perdeu Heitor, machucado. O lateral-direito que deu três assistências nos dois últimos jogos sentiu uma lesão muscular. Rodinei inicia o jogo. Rodrigo Dourado, recuperado de grave lesão, foi relacionado pela primeira vez.

Últimas