Esportes Inter busca vitória fora sobre o Coritiba para acalmar a torcida e amenizar crise

Inter busca vitória fora sobre o Coritiba para acalmar a torcida e amenizar crise

O Internacional encara a estreia no Campeonato Brasileiro, neste sábado, contra o Coritiba, como uma oportunidade de curar as cicatrizes e virar a página após um duro fracasso no Estadual. Vindo de derrota para o maior rival e fortes protestos da torcida, o time gaúcho inicia a caminhada na competição nacional às 19h30, como visitante, no estádio Couto Pereira.

O técnico Eduardo Coudet comandou apenas um treino de preparação com a equipe titular, nesta sexta-feira, em atividade conturbada pela presença hostil de alguns torcedores nos arredores do CT do Parque Gigante. Cerca de 20 pessoas foram detidas por tentativa de invasão ao local e lançamento de rojões.

"Depois desse Gre-Nal, só tem um jeito de tentar minimamente dar sinais de reverter, que é começar o Brasileirão ganhando, mesmo que fora de casa", declarou o diretor de futebol Rodrigo Caetano à Rádio Gaúcha.

O Inter ficou de fora da decisão estadual após a queda por 2 a 0 diante do Grêmio, na última quarta-feira, pela semifinal do segundo turno. O time colorado também havia sido eliminado pelo arquirrival na primeira etapa do Gauchão e já acumula nove tropeços consecutivos no clássico (cinco derrotas e quatro empates).

"Doeu, está doendo agora, mas temos que olhar para a frente. Temos que refletir. Vai começar o Brasileiro e temos que começar da melhor maneira", declarou o zagueiro Víctor Cuesta.

O Inter terá novidades para a estreia na Série A. Suspenso no clássico, Saravia retorna à lateral direita no lugar de Rodinei. No meio de campo, Rodrigo Lindoso deve recuperar a titularidade na vaga de Musto, enquanto Edenilson ainda é dúvida depois de ter sido substituído no clássico com dores no tornozelo. Nonato é a opção para o setor.

Anunciado como reforço na última segunda-feira, Yuri Alberto (ex-Santos) foi integrado ao elenco, mas ainda não está inscrito e nem viajou com o grupo. O atacante de 19 anos deverá ser regularizado na semana que vem.

Últimas