Esportes Ingleses levam etapa dupla da Fórmula E em Londres; 18 pilotos brigam pelo título

Ingleses levam etapa dupla da Fórmula E em Londres; 18 pilotos brigam pelo título

O fim de semana da Fórmula E em Londres foi de festa para os pilotos ingleses, que subiram ao topo do pódio nas duas corridas da jornada dupla caseira. Jack Dennis ganhou a primeira prova, no sábado, e Alex Lynn, pela primeira vez na temporada, levou a segunda etapa neste domingo. O brasileiro Lucas di Grassi cruzou na frente, mas acabou desclassificado por atitude antidesportiva. Na última etapa, na Alemanha, daqui duas semanas, 18 pilotos entrarão na pista com chance do título.

Lucas Di Grassi teve de cumprir uma penalização e quis fazê-la durante o período do safety car, algo totalmente proibido. Os fiscais de prova mandaram-no repetir. Ele não parou o carro no pit stop e acabou desclassificado com base no Artigo 12.2.1 do Código Internacional da FIA, que fala sobre ter conduta fraudulenta ou qualquer ato prejudicial aos interesses de qualquer competição.

A vitória em um dia que ninguém parecia querer ganhar, então acabou herdada por Alex Lynn, pela primeira vez na Fórmula E, que conta com monopostos elétricos. O piloto inglês desencantou após cinco anos na categoria.

Ele quebrou o tabu e levou a equipe Mahindra ao pódio que não alcançava desde janeiro de 2019, quando a marca indiana ganhou no Marrocos com Jerome d'Ambrosio. O favorito para a vitória era Stoffel Vandoorne, que largou da pole position, mas acabou colidindo com Oliver Rowland.

Lynn, terceiro colocado no sábado com o compatriota Jack Dennis cruzando em primeiro, foi o vitorioso neste domingo. Nyck de Vries cruzou em segundo pela segunda vez seguida em Londres, e Mitch Evans completou o pódio. A última etapa da Fórmula E ocorre entre os dias 13 e 15 de agosto, também com jornada dupla, 52 pontos em disputa, e 18 pilotos têm chances matemáticas de ser campeão.

De Vries é o líder após dois segundos lugares seguidos, mas tem somente seis pontos de vantagem sobre o também holandês Robin Frinjs. Sam Bird, em terceiro, está com 14 a menos que o líder.

Últimas