Esportes Ídolo do PSG, Raí se tornará acionista do Paris FC, da segunda divisão francesa

Ídolo do PSG, Raí se tornará acionista do Paris FC, da segunda divisão francesa

O ex-jogador Raí, ídolo do Paris Saint-Germain, vai se tornar acionista minoritário do modesto Paris FC. A negociação foi confirmada pelo presidente do clube da segunda divisão do Campeonato Francês, Pierre Ferracci, à AFP, nesta terça-feira. "A dimensão de Raí supera amplamente o mundo do futebol", disse Ferracci.

A sociedade Sport Bridges Venture (SBV), da qual Raí participa, comprará cerca de 10% das ações, com um investimento de mais de 3 milhões de euros. "Haverá um orçamento maior para contratações, infraestrutura e para o time feminino, que vai jogar a Liga dos Campeões", explicou Ferracci.

Raí conquistou pelo PSG o Campeonato Francês em 1994 e também a Recopa Europeia em 1996. Apesar de virar acionista do Paris FC, o ex-jogador enviou uma mensagem aos torcedores do PSG. "Sem eles, não seria quem eu sou e hoje não poderia me comprometer com um novo desafio no futebol na nossa capital. Espero que esta história continue entre nós", escreveu o brasileiro em sua conta no Instagram.

Outro acionista do Paris FC é o governo do Bahrein, que passou a fazer parte do clube da capital francesa em julho de 2020. Com isso, mais um país do Golfo Pérsico está envolvido no futebol europeu. Através de fundos de investimentos de cada país, o Catar é dono do PSG, enquanto o Emirados Árabes comanda o Manchester City e, mais recentemente, a Arábia Saudita passou a liderar o Newcastle, da Inglaterra. Diferentemente dos outros projetos esportivos de seus vizinhos, os investimentos no Paris FC ainda são tímidos, mas o objetivo é alcançar a primeira divisão em pouco tempo.

Fundado em 1969 na região leste da capital do país, o Paris FC disputou em maio a fase de repescagem de acesso à primeira divisão do Campeonato Francês, mas foi eliminado pelo Sochaux. Na próxima temporada, novamente tentará subir à elite do futebol francês.

Últimas