Hospital erra 26 testes de covid do Red Bull Bragantino antes de jogo do Paulista

O Red Bull Bragantino recebeu erradamente 26 resultados positivos de testes para o novo coronavírus na última terça-feira, sendo nove jogadores (seis titulares), quatro integrantes da comissão técnica e 13 de demais funcionários. Todos foram afastados do clube, mas, na quinta-feira, horas antes da partida decisiva contra o Corinthians, o Hospital Albert Einstein informou que os exames, na verdade, tinham dado negativos.

O Bragantino informou o ocorrido para a Federação Paulista de Futebol (FPF). O clube se vê prejudicado, já que os jogadores não puderam treinar na quarta-feira e só ficaram sabendo que poderiam atuar contra o Corinthians horas antes da partida no Morumbi. O Bragantino perdeu por 2 a 0 e foi eliminado nas quartas de final do Paulistão.

O Hospital Albert Einstein confirmou o equívoco por meio de nota oficial enviada ao Estadão. "Na análise dos processos internos, identificou-se um lote específico de reagentes importados ('primers') com instabilidade de funcionamento, que foram provavelmente os responsáveis pelos resultados divergentes. A fabricante, uma empresa internacional, foi imediatamente notificada sobre a ocorrência e os lotes com desempenho atípico foram retirados da rotina de exames do laboratório do Hospital Israelita Albert Einstein."

Procurado pela reportagem, o Red Bull Bragantino não quis comentar o caso.