Esportes Hernández é absolvido no STJD e encara o Palmeiras; Manoel festeja 'semana livre'

Hernández é absolvido no STJD e encara o Palmeiras; Manoel festeja 'semana livre'

O Fluminense já adiantou que resguardará o artilheiro Fred para os jogos mais importantes, como os mata-matas da Copa Libertadores e da Copa do Brasil. Por isso, lutou e conseguiu a absolvição do uruguaio Abel Hernández no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Livre, o centroavante reserva está apto a encarar o Palmeiras neste sábado, em São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro.

O uruguaio havia sido enquadrado por "jogada violenta" após ser expulso contra o Corinthians, também pelo Brasileirão, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. Corria risco de ser punido em até seis jogos, o que obrigaria o técnico Roger Machado a improvisar na frente.

O árbitro daquele jogo foi o brasiliense Savio Pereira Sampaio, que descreveu na súmula que o jogador cometeu "jogo brusco grave" ao "pisar com uso de força excessiva na disputa de bola". O STJD optou por aplicar somente um jogo de pena, já cumprida, e o atacante fica à disposição para a visita ao Palmeiras.

Roger Machado ainda não definiu se poupará todos os titulares antes de iniciar duelo com o Criciúma, na próxima terça-feira e no outro sábado, pelas oitavas da Copa do Brasil, mas acena com a possibilidade. Independentemente de qual time utilizar, o zagueiro Manoel faz coro para jogar.

"Tive poucas oportunidades e agora consegui essa sequência de três jogos. Estou procurando fazer o meu melhor para ajudar", afirmou o zagueiro, substituto de Nino, que está na Olimpíada de Tóquio-2020. "Com ritmo, fui um pouco melhor, mais seguro, consegui passar mais confiança e estou feliz, me sentindo bem com as oportunidades", seguiu. "Infelizmente não vencemos em casa no jogo passado. Agora é esquecer e pensar no Palmeiras".

Com o jogo de volta das oitavas de final da Libertadores diante do Cerro Porteño adiado, o Fluminense teve a semana livre para se aprimorar. E Manoel aprovou, pois os trabalhos estão servindo para ajustar os erros, na sua visão.

"É bem difícil manter sempre o nível e estamos oscilando bastante. Tem jogo que estamos muito bem e no segundo tempo dá uma abaixada", avaliou. "Sabemos que é difícil, tem o desgaste também. Mas essa semana foi importante para conversar, saber porque está acontecendo e tentar manter o nível seguro a partida toda. Demos uma descansada também para os jogos decisivos que teremos e tentaremos ser mais seguros a partida toda".

Últimas