Esportes Hamilton foi "desrespeitoso e antidesportivo", acusa Verstappen

Hamilton foi "desrespeitoso e antidesportivo", acusa Verstappen

Após acidente no GP da Inglaterra, piloto holandês foi às redes sociais e criticou "manobra perigosa" do vencedor deste domingo

AFP
'Muito decepcionado por ter terminado assim', disse Verstappen

'Muito decepcionado por ter terminado assim', disse Verstappen

EFE/EPA/Lars Baron - 18.07.2021

Max Verstappen, que teve que deixar o Grande Prêmio da Inglaterra após um acidente com Lewis Hamilton, considerou que seu rival fez uma "manobra perigosa" e que foi "desrespeitoso e antidesportivo" ao comemorar sua vitória enquanto ele estava no hospital.

"Estou feliz por estar bem. Muito decepcionado por ter terminado assim (na primeira volta). A penalidade (dez segundos para Hamilton) não nos ajuda e não reflete a manobra perigosa que Lewis realizou na pista. Assistir essas comemorações enquanto o piloto (rival) ainda está no hospital revelam um comportamento desrespeitoso e antidesportivo", disse o holandês no Twitter.

Em entrevista coletiva após a 99ª vitória de sua carreira, a 8ª em casa, Hamilton disse que "não tinha motivos para se desculpar" e que Verstappen "não lhe deu espaço". 

"Max é um dos pilotos mais agressivos", disse Hamilton, vice-líder do campeonato, atrás do holandês.

A direção da corrida, no entanto, julgou que o britânico havia sido "o principal culpado" pela colisão e o penalizou durante a corrida.

Depois de uma largada alucinante, os dois rivais ficaram lado a lado em cada curva. Mas na curva "Copse", a nona do circuito, durante uma manobra de ultrapassagem de Hamilton, os dois colidiram.

O piloto da Red Bull acabou nas barreiras de segurança. Ele saiu rapidamente do carro, visivelmente em estado de choque, e deixou a pista em uma ambulância, após cumprimentar o público britânico.

Seu carro ficou bastante danificado, o que mostrou a violência do choque e foi retirado da pista.

Após um primeiro check-up médico no circuito, Verstappen, de 23 anos, foi levado ao hospital por precaução, antes de anunciar que não havia sofrido nenhuma fratura.

Últimas