Galhardo decide para o Inter e homenageia Guerrero

Sem Paolo Guerrero, o grande destaque da vitória do Internacional sobre o Atlético-GO, por 3 a 0, nesta quarta-feira à noite no Beira-Rio, foi o meia atacante Thiago Galhardo. Ele entrou no jogo após a expulsão de William Pottker, aos 11 minutos do segundo tempo, marcou dois gols e homenageou seu companheiro.

"Eu tinha falado para o Guerrero na segunda-feira que se fizesse um gol seria em homenagem a ele. Tive sorte e marquei dois. Um cara da qualidade dele, vivendo grande momento, com certeza, ele é um dos melhores jogadores do país e faz falta a qualquer time. Mas não temos tempo para lamentar", revelou Galhardo, que também dedicou seus gols ao meia Boschillia, que perdeu o pai e seguiu para sua cidade natal em Americana (SP).

Na comemoração do terceiro gol, de pênalti, Galhardo também imitou os gestos tradicionais de Guerrero balançando os dedos indicadores para frente e para trás como se fossem tiros. O peruano sofreu uma lesão de ligamentos do joelho na derrota para o Fluminense, por 2 a 1, e vai ficar fora dos jogos por seis meses.

A receita para superar esta grande baixa, segundo Galhardo, é a união do elenco do clube. "Nos somos uma família, estamos unidos e vamos superar todos os obstáculos juntos. Todos estão de parabéns, porque lutaram do início ao fim. Desta forma nós podemos almejar coisas maiores", concluiu o herói da noite.