Futebol Vasco divulga balanço financeiro com superávit de R$ 120 milhões

Vasco divulga balanço financeiro com superávit de R$ 120 milhões

Clube informou ainda uma redução de cerca de R$ 100 milhões na dívida, que hoje está na casa dos R$ 709 milhões

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Jorge Salgado, presidente do Vasco da Gama

Jorge Salgado, presidente do Vasco da Gama

Daniel Ramalho/Vasco (13.04.2022)

O Vasco da Gama divulgou nesta terça-feira (26) o balanço financeiro do ano de 2021 com uma redução de quase R$ 100 milhões na sua dívida, que atualmente está em cerca de R$ 709 milhões, e um superávit de R$ 120 milhões nas suas contas.

O documento foi publicado no site oficial do clube carioca e pode ser acessado por meio da aba “Transparência” ou do link balanço financeiro.

Na carta de apresentação do balanço, o presidente Jorge Salgado pediu “sinceras desculpas” pela permanência na Série B do Brasileiro por mais um ano, visto que o acesso era – e ainda é – o principal objetivo da temporada.

Segundo divulgado pelo clube, a redução da dívida em R$ 100 milhões (de R$ 804 milhões para R$ 709 milhões) está relacionada principalmente à redução do quadro de funcionários. De acordo com o documento, isso garantiu uma economia de mais de R$ 60 milhões no ano.

Além disso, o clube informou que conseguiu aumento da receita na venda de atletas: R$ 30 milhões a mais em comparação com 2020. O texto publicado pelo Vasco ainda destaca “renegociação da dívida tributária, incremento de quase 80% no valor dos patrocínios da camisa, além de aumento de valores arrecadados com licenciamentos e plataformas digitais”.

Houve perdas em direitos de TV por conta do rebaixamento à Série B e da queda de arrecadação – seja com programas de sócios, seja com receitas de bilheteria, afetadas diretamente pela pandemia da Covid-19 –, mas o clube cortou custos administrativos e fechou com um superávit de R$ 120 milhões.

Para 2022, a direção do Vasco aposta suas fichas na criação da SAF (Sociedade Anônima de Futebol) como a solução definitiva para a equalização da dívida e a recuperação de capacidade de investimento no futebol.

CR7 negocia compra de mansão avaliada em R$ 50 milhões no Brasil

Últimas