Futebol Jogadores e direção do Bahia são ameaçados de morte por torcedores em protesto

Jogadores e direção do Bahia são ameaçados de morte por torcedores em protesto

Sacos de lixo simulando cadáveres com rosto dos atletas foram colocados em frente ao CT Evaristo de Macedo

  • Futebol | Do R7

Sacos de lixo simulando cadáveres dos atletas

Sacos de lixo simulando cadáveres dos atletas

Reprodução Twitter

Dirigentes e jogadores do Bahia foram alvo de ameaças de morte, nesta terça-feira (5), em protestos feitos por torcedores do clube.

Além dos muros do CT Evaristo de Macedo, em Salvador, terem sido pixados, sacos de lixo embalados, simulando cadáveres, com fotos de jogadores foram deixados na entrada do local.

Os jogadores Ademir, Kanu, Victor Hugo, Cicinho e Everaldo e o diretor-executivo de futebol do Tricolor, Carlos Santoros, tiveram as fotos usadas nas ameaças. O clube ainda não se pronunciou sobre o assunto em seus veículos oficiais.

Vivendo um drama no Brasileirão, o Bahia ocupa a 17ª colocação, com 41 pontos. Para se safar na última rodada, o Esquadrão de Aço torce por tropeços dos seus rivais diretos na luta contra o rebaixamento.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Além de ter que vencer o Atlético-MG, na Arena Fonte Nova, nesta quarta-feira (6), o clube precisa que o Vasco ou o Santos empate ou perca sua respectiva partida. Em caso de empate, o time de Rogério Ceni depende de uma derrota vascaína contra o Bragantino.

Em caso de vitória das duas equipes, o Bahia será rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, apenas um ano após retornar à elite.

Confira o ranking de artilheiros do Brasileirão a uma rodada do fim do torneio

Últimas